Home / Cinema / Er… Valeu por Watchmen – O Filme, Snyder?

Er… Valeu por Watchmen – O Filme, Snyder?

watchmen_filme

Já dizia nosso grande mestre Alborga: “todo dia tem uma merda!”. E hoje já não basta ter que voltar a trabalhar depois do Carnaval, ler Twitter do Change (que é quele seu tio do spam por e-mail depois de conhecer o 9gag), tenho que ver o “visionário” diretor Zach Snyder ainda querendo se defender daquela bosta que foi Watchmen – O Filme.

O que se “assucede” dessa vez: na semana passada o produtor Joel Silver (ou Joel Prateado) falou sobre como Terry Gilliam faria a sua versão de Watchmen para os cinemas, criticando o final de Zach Snyder por ser “escravo do material original”. Silver revelou que no final do Watchmen de Gilliam, Dr. Manhattan voltaria ao passado para impedir que ele fosse “criado” (mais ou menos como aconteceu em Antes de Watchmen: Dr. Manhattan e Efeito Borboleta [o final da versão do diretor]). Com isso, os super-heróis daquele mundo deixariam de existir, virando meros personagens de histórias em quadrinhos e Coruja, Rorschach e Spectral se tornam apenas pessoas fantasiadas no meio da rua. Loucura, né?

Logo em seguida, Zach Snyder, que se mostra a cada dia um lelek massa veio, respondeu falando que o final de Gilliam é completamente insano e que “os fãs pensariam que ele estava fumando crack com a MC Carol Bandida”.

E Snyder finalizou: “Eu adoro o filme que fiz e foi um trabalho de amor. E eu fiz isso, porque eu sabia que o estúdio teria feito o filme de qualquer maneira e que teria feito um final louco. Então, eu fiz isso para salvá-lo dos ‘Terrys Gilliams’ deste mundo”. E o próprio Gilliam, de tanto ser citado nessa caralha de história, comentou essa notícia na sua página no Facebook: “Quem são os ‘Terrys Gilliams’ do mundo? Aparentemente o filme do Watchmen foi feito para salvar o mundo deles. Quem são eles? Qual é a ameaça que eles representam para o mundo? Poderemos impedi-los de destruir outros filmes baseados em graphic novels?”.

Bem, vamos lá… Curiosamente participei de debates sobre a bosta deste filme recentemente, mesmo ele sendo de 2009 (porra!!! Já tem 5 anos isso!). E o meu argumento sempre foi que Snyder foi fiel nas partes mais irrelevantes, enquanto no momento crucial (que é Ozzymandias herói/vilão fazendo tudo sozinho) não foi fiel. Tudo bem que realmente esse final do Gilliam é mais louco do que rasgar dinheiro, mas também tem que ser analisado que esse final não existiu! Era só uma ideia e o próprio diretor desistiu de fazer a adaptação após um plá com Alan Moore. Isto é, o cara reconheceu que isso foi um equivoco.

Mas o fime do Snyder não é a pior coisa do mundo também. Não é algo ofensivo como Mulher Gato ou Constantine, apesar de ter um valor representativo muito maior. Mesmo assim, a abertura com o Bob Dylan é muito legal, por exemplo! Então, parando para pensar que esse tal de “‘Terrys Gilliams’ do mundo” poderia ser um Uwe Boll da vida que estragaria ainda mais o filme, o Snyder tem lá sua razão.

Por isso, Zach Snyder, em nome de todos os MdMs, digo: obrigado por Watchm…

… Deixapralá! Vai tomá no seu cu!

Sobre Mallandrox

Atrás de todos vocês

Além disso, verifique

Podcast MdM #557: Mangá, Viagens, Estatísticas, Bátima do Pattinson e montagem de móveis

Hoje tem Podcast MdM pra todos os gostos! O MdMangá de casa cheia fala dos …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.