Home / Cinema / Ghost in the Shell AOS TRANCOS E BARRANCOS!

Ghost in the Shell AOS TRANCOS E BARRANCOS!

Essa aqui tem até cara de notícia velha.

Então, pra quem não sabia, Ghost in the Shell (aquele anime que Matrix copiou até dizer chega) terá uma versão live action prometida produzida pela Dreamworks, mesmo estúdio de Shrek e outras animações-que-não-são-da-pixar.

E que às vezes conseguem ser até melhorRATI-NHO!

Não é de hoje que os estúdios norte-americanos tentam faturar em cima do mercado japonês, afinal o ocidente é ávido consumidor de anime/mangá já faz tempo. E dentre tentativas frustradas aqui e acolá, essa é uma que anda rodando por aí faz bastante tempo.

A última notícia que tínhamos é que a parada seria dirigida por Rupert Sanders (do fantárdigo Branca de Neve e o Caçador) e estrelada pela musa marveca Scarlett Johansson.

Pois bem, depois de polêmicas envolvendo o esbranquiçamento [whitewashing] da parada e até mesmo da mudança da atriz principal (que a princípio seria da musa DCnete, Margot Robbie) agora a pica vem por outro lado: a Dreamworks, que era associada à Disney, agora pulou para a Universal, e com isso o filme – que já estava custando a sair – poderia demorar um pouco mais.

Segundo o Deadline Hollywood o estúdio, apesar do acordo com a Universal, deve firmar um contrato de distribuição com a Paramount, para garantir a data de estreia original – 31 de Março de 2017 – mas ainda assim uma mudança dessas pode acarretar problemas na finalização da parada.

Hmm… adaptação de desenho, com protagonista feminina, atriz famosa e problemas de produção… onde é que eu já vi isso.

Ah é. Lembrei.

Olha, não sei vocês, mas isso me cheira ter o mesmo destino de toda adaptação de anime tem em terras ocidentais – fracasso.

Não consigo lembrar de uma só que tenha dado muito certo ou mesmo que tenha sido ao menos satisfatória. Parece que sempre cai nessa mistura de não saber o que fazer com o conceito junto com um exagero pra tentar GARANTIR a bilheteria (massavéio! Gostosas!), sei lá.

Só é uma tristeza pensar que, apesar do material original e a atriz escolhida, tudo possa ir por água abaixo… que desperdício…

 

Sobre Tango Commando

Carlos Gardel com colônia de Napalm

Além disso, verifique

Liga da Justiça: o que deu errado?

Antes de mais nada, o que este texto NÃO É: Uma resenha de Liga da …

[fbcomments url="" width="675" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]