Home / Cinema / “Eu certamente não serei um EMPREGADINHO FAZEDOR DE CHÁ” – Wong discute Wong no Doutor Estranho!

“Eu certamente não serei um EMPREGADINHO FAZEDOR DE CHÁ” – Wong discute Wong no Doutor Estranho!

A gente já viu o Doutor Sherlock, o Vilão Mordo e até @ Anci@o que estarão no próximo filme da Marvel, Doutor Estranho, mas o que ninguém viu (muito) até agora foi a criadagem – Wong, o funcionário de confiança, do cavanhaque feiticeiro supremo.

Pra quem não lembra (ou pra quem finge que lembra pra pagar de fodão), Wong é o sidekick/mordomo/guarda-costas de Stephen Strange nas HQs, responsável por (além de servir o chá) guardar o corpo do seu empregador enquanto este está em viagem astral em suas aventuras.

Ou seja, o cara é tipo um Kato, do Besouro Verde, que vigia o patrão quando ele tá doidão de ácido. Parece legítimo.

Mas tudo isso pode mudar no próximo filme do Marvel Studios com os personagens. Segundo Benedict Wong, intérprete do Wong, que já deu às caras no mundo do entretenimento nerd nos últimos tempos interpretando o personagem histórico Kublai Khan no não tão histórico assim Marco Polo, do Netflix (onde mercadores europeus viram mestres do kung fu da mongólia) falou um pouco ao Den of Geek sobre seu papel no filme do feiticeiro supremo.

“Eu certamente não serei um EMPREGADINHO FAZEDOR DE CHÁ” disse Wong sobre Wong, “Nós estamos seguindo numa direção diferente. Ele é como um instrutor militar (…) não terá nada de artes marciais para Wong em Doutor Estranho, na verdade ele será uma espécie de sargento em Kamar-Taj. Ele é um dos mestres da feitiçaria“.

E pra quem não lembra (ou pra quem finge que lembra pra pagar de fodão)², Kamar-Taj é a comunidade isolada no Himalaia onde reside A(o) Anciã(o).

Bem, lá quando anunciaram a Tilda Swinton para o papel do velhote das magias, o mundo nerd começou a pipocar de opiniões inflamadas sobre a questão, indo desde o extremo positivo ao negativo. Independente da sua posição quanto a isso, acho é possível um consenso sobre que, agora, o estúdio tenha tomado a decisão mais acertada ao transformar o personagem duma figura servil para um com uma função com maior destaque na trama.

Claro que isso poderia significar só que no final das contas trocaram seis por meia duzia, onde em troca dum Ancião com gênero e etnias trocados teremos um personagem asiático ganhando mais destaque, mantendo a quota de uma minoria por filme que quase sempre é mantida em Hollywood (e também dentre os super-heróis).

Se significa ou não, deixo para os nobres bacharéis dos comentários discutirem.

Sobre Tango Commando

Carlos Gardel com colônia de Napalm

Além disso, verifique

Podcast MdM #485: Mais Capitã Marvel, o fim da Telltale e mais um monte de outras coisas!

Na primeira parte do podcast Belle Felix, Poderoso Porco, Julia, Cris Pistola e Felipe 5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários