Home / HQ Nacional / 10 dicas de HQs para presentar (ou ser presenteado) no amigo secreto

10 dicas de HQs para presentar (ou ser presenteado) no amigo secreto

dicashqsdest

Fim de ano chegando, e as convenções sociais obrigam você a fazer aquele amigo secreto na “firma”, o que você acaba aceitando para não ser o único que vai ficar de fora, mas fica preocupado em pegar alguém que você odeia – ou ser pego por alguém que talvez te odeia.

Caso esse não seja o cenário que você se encontra, e você realmente estiver a fim de dar um presente legal (ou possa sugerir o presente que quer receber) para o seu amigo secreto, que tal pensar numa HQ? (pressupondo, é claro, que a pessoas ou goste ou pelo menos esteja receptivo a ideia de receber um gibi de presente). Caso considere uma boa ideia, eis algumas dicas. Prometo evitar HQs que eu já tenha listado em outras ocasiões. Vaaaaaai!

 

Nova York – A vida na grande cidade
Will Eisner
ny
Para quem gosta de: Dramas pessoais, histórias do cotidiano
Por que vale o presente: Usando a frase clichê, mas não menos verdadeira, Will Eisner dispensa apresentações. Apesar da maioria dos fãs de quadrinhos estarem mais familiarizados com seu personagem mais famoso, Spirit, é nas histórias sobre pessoas e seus dramas cotidianos que Eisner mostra o seu melhor. Para quem curte quadrinhos, é indispensável; para quem não é leitor, mas tem certo nível de exigência literária, Nova York é uma ótima pedida, pois compila uma série de histórias do autor.

O Reino do Amanhã
Mark Waid; Alex Ross
ra
Para quem gosta de: histórias sobre apocalipse, profecias e fim do mundo.
Por que vale o presente: O reino do Amanhã é uma daquelas histórias que pode ser analisada em diversos níveis, mas o mais básico deles é: é a versão da DC para o apocalipse da Bíblia. E é muito bem sucedido neste quesito, mesclando passagens específicas do livro sagrado com os eventos da história, além da arte de Alex Ross, que dá um realismo mítico que torna a obra um prato cheio para aqueles que curtem ler o melhor livro da bíblia e buscar interpretações das mais diversas. Não é recomendado dar de presente para aquele colega fanático, é claro.

 

Reisetagebuch – Uma viagem ilustrada pela Alemanha
José Aguiar
reise
Para quem gosta de: viagens
Por que vale o presente: Basicamente, Reisetagebuch é um diário de viagem em quadrinhos, onde nosso chegas José Aguiar descreveu sua viagem pela Alemanha. Para quem adora viajar, conhecer novos destinos e se interessa por narrativas de pessoas em países estrangeiros, a HQ certamente é um presente bacana.

 

Noite na Taverna, de Álvares de Azevedo
Reinaldo Seriacopi; Arthur Garcia; Franco de Rosa; Rodolfo Zalla; Rubens Cordeiro; Sebastião Seabra; Walmir Amaral
nt
Para quem gosta de: literatura clássica brasileira, literatura gótica, terror
Por que vale o presente: Quem curte literatura normalmente não é avesso aos quadrinhos, mas muitas vezes têm dificuldade de ver o “valor literário” que uma HQ possa ter, em especial como a imagem contribuiu para uma experiência diferente de um livro baseado apenas nas possibilidades do uso da palavra escrita. Uma adaptação literária pode ser uma boa porta de entrada para estes leitores, e Noite na Taverna é uma boa pedida nesse sentido, pois, entre outras coisas, “brinca” com a ideia de várias histórias dentro de uma história maior usando diversos artistas diferentes. Fora que ainda conta com extras como curiosidades sobre o momento histórico da obra, “making off” da adaptação e um breve texto sobre os quadrinhos de terror no Brasil.

 

O Quilombo de Orum Aiê
André Diniz
qoa
Para quem gosta de: Filosofia, História do Brasil
Por que vale o presente: André Diniz possui uma característica bastante marcante: entregar história com tramas simples, mas cheias de conteúdo e informação. É este o caso de O Quilombo de Orum Aiê, que conta a história de Vinícius, ou “Capirara”, menino sonhador e estranho de que não come carne, e que se aproveita dos eventos da Revolta dos Malês (1835) para fugir e procurar o mítico quilombo que sua mãe contara a ele no passado.

 

Piteco – Ingá
Shiko
piteco
Para quem gosta de: Turma da Mônica, História, Fantasia
Por que vale o presente: Esse é um presente bem bacana para o adulto que curte ou curtiu Turma da Mônica. Além de ser uma história totalmente diferente do que ele(a) provavelmente já leu, é uma narrativa muito interessante que mistura história e fantasia na medida certa. Sem contar que a arte e cor do Shiko é impecável.

 

Matrix Comics Volume 1
Vários autores
matrix
Para quem gosta de: Matrix, sci-fi
Por que vale o presente: Quem é fã da trilogia Matrix dificilmente vai odiar o que foi feito nos quadrinhos. Neste primeiro volume (honestamente não sei se saiu outros no Brasil), temos uma antologia com diversas histórias que exploram os mais diferentes aspectos do universo do filme, mostrando muito do potencial que a história possui (e que infelizmente foi bastante desperdiçado nas sequências).

 

Tangos e Tragédias em Quadrinhos
Cláudio Levitan; Edgar Vasquez
tangos
Para quem gosta de: Tangos e Tragédias – o espetáculo de teatro
Por que vale o presente: Não sei como é nos outros estados, mas o espetáculo Tangos e Tragédias é popularíssimo aqui no RS. Infelizmente, tivemos no início deste ano a morte do Nico Nicolaiewsky, o que vai ser um profundo desvio para o espetáculo (se ele continuar em alguma medida), mas os fãs podem ter uma outra visão dos personagem na Hq Tangos e Tragédias em quadrinhos. Um ótimo presente para os fãs do espetáculo.

 

Red Rocket 7 – A saga do Rock
Mike Allred
rr7
Para quem gosta de: Rock, história do rock
Por que vale o presente: É difícil encontrar um fã de rock que não curta também saber sobre a história do Rock. No melhor estilo “teoria de conspiração”, Mike Allred brinca com a ideia de que o rock tenha surgido e evoluído graças a intervenção alienígena. A trama é, é claro, uma desculpa para percorrer os bastidores da história do rock através das eras. Muito informativo, além de divertido.

 

Cash – Uma Biografia
Reinhard Kleist
cash
Para quem gosta de: Biografias, vida de cantores famosos
Por que vale o presente: Por que Johnny Cash é foda, e a HQ é muito foda (melhor biografia que “Johnny e June”, rrratinho-oooo). Mistura um pouco das letras com a história da vida do personagem, e é um baita presente para quem curte biografias, mas acha que esse gênero só existe em livro ou em filme.

Sobre Algures

Oi, meu nome é Algures e eu tenho 38 anos (teria se estivesse vivo). Compartilhe esse post com 20 pessoas e minha alma estará sendo salva por você e pelos outros 20 que receberão. Caso não repasse essa postagem, vou visitar-lhe hoje à noite. Dia 15 de Julho, Bugman resolveu rir desse post, uma noite depois ele sumiu sem deixar vestígios. O mesmo aconteceu com Triplo dia 18 de Outubro. Não quebre essa corrente, por favor, a não ser que queira sentir a minha presença (atrás de você).

Além disso, verifique

Podcast MdM #559: Tentando lembrar das HQs BOAS dos anos 90! Eita porra!

No podcast de hoje os MdMs Hell, Caruso e Daniel HDR chamam a galera da …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.