Home / HQ Nacional

HQ Nacional

Vai ter hq gaúcha na CCXP, sim (e se reclamar, vai ter duas)

Mais especificamente, hqs de artistas de Cachoeira do Sul, que vão ser lançadas na CCXP entre os dias 7 e 10 de dezembro. A primeira delas é “A Liga dos Pampas”, uma espécie de Liga Extraordinária com personagens do folclore/literatura do RS como Negrinho do Pastoreio, Teiniaguá, Anguera, Blau Nunes …

Leia mais

Bate-Papo MdM: Tem culpa eu no mercado de HQs nacionais + indicados do Game Awards!

Hoje o Bate-Papo tem DUAS HORAS E MEIA e foi gravado em rodada dupla! Na primeira parte do bate-papo de hoje Hell, Change, Nerd Reverso, Maximus, Lojinha, Leo Finocchi, Adriana Melo, Caruso e Fiorito (CASA CHEIA) falam sobre trocadilhos e sobre qual é o papel da “mídia especializada” na cobertura …

Leia mais

Dies Irae com venda direta via Catarse

Tanto quem faz quanto quem consome quadrinhos sabe que o um dos maiores calos (se não o maior) do mercado é a distribuição. Tem muita obra legal por aí, mas como adquirir? Sem ter uma editora associada, o acesso se torna difícil (e ás vezes mesmo assim) e, por mais …

Leia mais

Saiba quais são as HQs lançadas na mesa do MdM na CCXP!

Bom, a CCXP tá CHEGANU e é obóvio que os MdMs vão estar presentes levando um monte de quadrinhos bacanas e supimpões pra lá. Veja aqui a lista completa: Gréfyque MdM – Chega de Chégas R$ 5,00 Páginas: 38 Roteiro e arte: Leo Finocchi Nessa revista de 38 páginas, Leo …

Leia mais

José Aguiar lança A Infância do Brasil pela AVEC

Entre 2015 e 2016, nosso chégas José Aguiar (Nada com Coisa Alguma, Folheteen, Vigor Mortis Comics 1 e 2) lançou uma hq digital com uma premissa muito interessante: contar a história do Brasil pelo olhar das crianças. O projeto, produzido em 6 capítulos e viabilizado por lei de incentivo cultural …

Leia mais

#ficaFIQ

Os escroques do MdM reuniram uma turminha do barulho pra mandar aquele recadinho pra prefeitura de BH! #FICAFIQ

Leia mais

Apoie a nova iniciativa de Leo Finochi

Olá! Leo Finochi, além de lindo, faz quadrinhos bons de verdade. Se você já leu o catártico Nem Morto ou os sucessos de público e crítica Guia Culinário do Falido ou o Guia de Viagem do Perdido sabe que falo só a verdade. Principalmente sobre a beleza do autor. Pois …

Leia mais

Dia do Quadrinho Nacional: um breve balanço do momento atual

Hoje é o Dia do Quadrinho Nacional (não confunda com Dia Nacional dos Quadrinhos) e é sempre bom celebrar a data de alguma maneira, de preferência comprando e dando quadrinhos nacionais de presente. Muita água rolou desde as primeiras histórias em quadrinhos publicadas no Brasil e muita gente diz que …

Leia mais

O dia é do quadrinho nacional, mas quem ganha o presente é você!

Ok, esse é o título mais batido entre os títulos batidos do mundo. Foloda-se. O lance é o seguinte: este ano o FIQ lançou duas publicações bem interessantes: o primeiro deles, o “TCC” do programa “FIQ Jovem“, um curso de quadrinhos de ponta e gratuito que rolou durante o ano …

Leia mais

Ô da pôtrona! Óh o Dia do Quadrinho Nacional!

Esqueça o Vovô Índio. Dê banana ao Saci no dia dele. Se tem uma coisa que é óbvia e verdadeiramente brasileira, essa coisa é o Dia do Quadrinho Nacional, porraaaaaaa! Criado em 1984 pela Associação dos Quadrinistas e Cartunistas de São Paulo (AQC-SP), o dia 30 de janeiro marca o …

Leia mais

RIP Toninho Mendes (e o Brasil perde um dos maiores nomes dos quadrinhos)

Faleceu nesta manhã o (agora) imortal editor Toninho Mendes. O editor sofreu um mal súbito em sua casa e não sobreviveu às consequências. Para quem não conhecia, Toninho foi o responsável pela Circo Editorial, que nos anos 1980 avivou o quadrinho underground no Brasil, agrupando nomes como Laerte, Angeli, Glauco, …

Leia mais

A gente lemos: Pacotaço de mini-resenhas da preguiça!

Cês vivem reclamando do tamanho das minhas resenhas. Mas o ano está acabando e eu li muita coisa nas últimas semanas. Não queria deixar em branco. Então eu ativei a minha carta de safadeza em modo de ataque e vou copiar aqui e dar uma incrementada nas micro-resenhas que tenho …

Leia mais

Quando a aventura chegou de vez no quadrinho independente brasileiro!

O quadrinho independente brasileiro faz uma trajetória bem clara de se acompanhar: começa com quadrinhos confessionais, personalistas, passa solidamente pelo humor e chega até as biografias. Nesses gêneros todos, assinala-se muito bem o pé no real: talvez em oposição ao quadrinho norte-americano mais típico (o gibi de super-herói), nossos autores …

Leia mais