Home / Games / Top 20,5 games do Nintendinho que poderiam entrar no serviço online do Switch

Top 20,5 games do Nintendinho que poderiam entrar no serviço online do Switch

Bom, o serviço online do Nintendo Switch foi anunciado na semana passada e… Bem, eu não posso falar muito, já que não tenho o video-game e sou daqueles gamers que parou no Super Nintendo. Porém, o que eu vi foi a iniciativa da Nintendo de relançar alguns games do antigo Nintendo 8 Bits em seu serviço online – e a lista já fo divulgada: Soccer, Tennis, Donkey Kong™, Mario Bros.™, Super Mario Bros.™, Balloon Fight™, Ice Climber™, Dr. Mario™, The Legend of Zelda™, Super Mario Bros.™ 3, Double Dragon, River City Ransom, Ghosts’n Goblins™, Tecmo Bowl, Gradius, Pro Wrestling, Excitebike™, Yoshi™, Ice Hockey e Baseball (com alguns outros saindo no futuro: Solomon’s Key, NES™ Open Tournament Golf, Super Dodge Ball, Metroid™, Mighty Bomb Jack, TwinBee, Wario’s Woods™, Ninja Gaiden e Adventures of Lolo.

Essa lista é excelente! Mistura os clássicos conhecidos (como SMB3, Zelda, etc.) com outros jogos sensacionais que não são tão conhecidos pelo grande público, como River City Ransom e Ice Hockey.

Joguei quase tudo isso aí no final dos anos 80 e início dos 90, época do auge do Phantom System e das locadoras de video-game. Aliás, Phantom System é definitivamente o video-game que mais joguei, então gostaria de elencar aqui mais 20,5 outros jogos de Nintendo 8-Bits sensacionais que poderiam estar nesse serviço online da Nintendo.

A lista que fiz procura reunir jogos de diferentes gêneros, que aproveitem bem o multiplayer (online e local) do Switch e que sejam realmente bons! Então simbora!

20) Battletoads

Um classicão do NES! O jogo que fez tanta gente arremessar os controles na parede nos anos 80/90 certamente iria cair como uma luva nesse serviço online da Nintendo. Fora que dá pra jogar com dois players ao mesmo tempo (tomando cuidado, é claro, para não acertar o amiguinho). Ter Battletoads nessa lista seria um bom exemplo de mostrar a dificuldade mortal desses jogos antigos pra molecada criada a vidas infinitas e save states de hoje!

19) Metal Storm

Esse é um game pouco conhecido do NES, já que saiu quase no final da vida do console. Ele é singleplayer, mas eu coloquei aqui por causa da jogabilidade viciante e dos gráficos FODAS. Como Metal Storm saiu no fim do Nintendo 8-Bits, seus desenvolvedores souberam utilizar todos os truques e aprendizados de todos esses anos de desenvolvimento para os jogos de NES. Um jogo bem feito com um excelente gameplay – seria uma ótima porta de entrada pra galera mais nova.

18) Felix The Cat

Na época do NES, se você pegasse um game que tivesse o selo Hudson Soft na capa, certamente você iria jogar um game excelente… E é esse o caso do jogo do Gato Felix. É um game de plataforma também desenvolvido perto do fim do NES – ou seja, tem excelentes gráficos, ótima jogabilidade e sua dificuldade já não é tão punitiva quanto no início de vida do Nintendo 8-Bits. É um excelente plataformer pra molecada jogar.

17) Kings of the Beach

Não se deixe enganar por esse game com gráficos simples… Por trás desses sprites meio feios, temos um jogo multiplayer extremamente viciante! Acertar aquela cortada, deixando o adversário comendo areia, é muito gratificante! O game tem uma certa curva de aprendizado por causa do timming, mas essa curva é curta e logo você pega o jeito.

16) Mighty Final Fight

Eu sei que hoje em dia a CAPCOM anda tropeçando muito, mas na época do Nintendo 8-bits, ela fazia os melhores jogos da plataforma. Mighty Final Fight é um beat’em up feito no final da vida do console, obedecendo as limitações do NES, mas que é tão divertido como o original. Os golpes engatam bem, a jogabilidade é desafiadora na medida certa e é diversão pura!

15) Gauntlet

Quase todo mundo que tinha um clone do Nintendo 8-bits nos anos 80/90 (Phantom System, Dynavision, Turbogame, etc.) tinha esse game. Os gráfico são ruins, mas a música e a jogabilidade multiplayer é MUITO viciante! Um dungeon crawler pra ninguém botar defeito!

14) Rad Racer

Apesar de nunca ter sido muito popular no Brasil, esse era o game que mais se aproximava do Top Gear do SNES. Um excelente jogo de corrida singleplayer pra uem gosta do gênero!

13) Rygar

Me lembro quando aluguei esse game na antiga Neo Gamer, na Tijuca. Aluguei pela capa e não me arrependi. Esse jogo tinha um conceito que na época era novo para mim: um game de “mundo aberto” (entre aspas, popr causa da limitação do NES). Era um plataformer em que você tinha que ir de um lugar para outro procurando novas armas, itens e portas para encontrar o caminho certo. E mais: além da plataforma, ainda tinha uma parte do jogo que era vista de cima, mudando totalmente a jogabilidade. Jogo pouco conhecido, mas que vale muito a pena!

12) Tiny Toons

Um dos melhores plataformers do NES – feito pela Konami que, junto com a Capcom, fazia os melhores games 8-bits! O bacana desse game, além dos ótimos gráficos, era a possibilidade de jogar com quatro personagens diferentes: Perninha, Plucky, Rói Corrói e Frajuto, cada um com uma habilidade diferente. Joguei MUITO!

11) Famicom Wars

Descobri esse jogo há pouco tempo, então minha análise sobre ele está completamente livre de nostalgia. Famicom Wars é um jogo de combate por turnos com temática militar, que envolve muita estrategia e planejamento. Você escolhe entre dois exércitos e luta para destruir o seu adversário. O jogo ficou no Japão e nunca chegou no Oeste (apesar de ter virado uma franquia no Game Boy Advanced)… A Nintendo poderia traduzir para o inglês e lançar essa pérola!

10) Adventure Island 3

Outro jogo da Hudson Soft. Adventure Island 3 é o auge dessa franquia divertidíssima – aqui você tem um monte de dinossauros como montaria e cada um deles tem uma habilidade especial. Adventure Island 3 é um prato cheio pra quem gosta do gênero.

9) Contra

Um dos maiores clássicos do nintendinho e um dos melhores multiplayers da plataforma. Apesar da dificuldade, Contra precisa de colaboração cirúrgica entre dois jogadores para avançar nas fases, já que o game é dificílimo! Joguei muito na época e é diversão certa

8) Chip ‘n Dale: Rescue Rangers

Esse aqui é mais um dos games que marcou a parceria Disney/Capcom no Nintendo 8-bits. Só tinha jogo maneiro e o game do Tico e Teco é um dos melhores deles. Com a possibilidade de dois jogadores simultâneos e produzido por Tokuro Fujiwara (Mega Man 2), o jogo vendeu mais de um milhão de cópias e foi um sucesso de crítica. Excelente plataformer!

7) Bionic Commando

Mais um da Capcom e um dos meus games preferidos do NES. Bionic Commando é um plataformer… que não dava pra pular!!! Você subia e descia nas plataformas com o auxílio de seu braço mecânico. Um jogo sensacional, que mostrava uma jogabilidade diferente e extremamente viciante.

6) Battletoads and Double Dragon

Acha Battletoads muito difícil? Então Battletoads and Double Dragon é o game pra você. Ele traz muito do jogo dos sapos, mas com uma jogabilidade não tão punitiva. Dá pra jogar com dois players simultâneos e os gráficos são sensacionais!

5) U-four-ia: The Saga

Outro game que só descobri há alguns anos. U-four-ia é mais um game da Hudson Soft e é um plataformer de mundo aberto, onde você joga com quatro personagens diferentes, cada um com sua própria habilidade. Esse é um jogo que dá pra passar um tempão nele, explorando todos os cantos de um mundo imenso, e usando os personagens no momento certo. Ótimos gráficos, jogabilidade, dificuldade na medida certa e muita diversão – uma pena que esse game passou batido por aqui.

4) Ducktales

Mais um game resultado da parceria Capcom/Disney para o NES. Ducktales é certamente um dos melhores jogos do Nintendo 8-bits e foi sucesso de público e crítica. Recentemente foi remasterizado para diversas plataformas, mas jogar o game com os pixels originais ainda é imbatível! Se você ainda não jogou, larga tudo e vai atrás de um emulador!

3) Teenage Mutant Ninja Turtles III: The Manhattan Project

São muitos os games das Tartarugas Ninja no NES, mas se for para escolhermos a melhor combinação gráfico / jogabilidade / trilha sonora, o terceiro game da franquia certamente leva a melhor. É um beat’em up de respeito, muito bem feito, com opção de dois jogadores simultâneos. Eu joguei mais o TMNT 2, mas esse realmente é uma excelente evolução do anterior.

2) Castlevania 3

Um dos melhores jogos do Nintendo 8-bits e um game que fazia frente a qualquer outro da geração 16-bits. Castlevania 3 levava o hardware do Nintendinho ao limite com excelentes gráficos, música nota 10 e uma jogabilidade fantástica (com direito a diferentes personagens). Um jogão até hoje!

1) Double Dragon 2

Sim, o serviço online do Switch já tem um Double Dragon. Mas o Double Dragon 2 é o primeiro Double Dragon infinitamente melhorado, com multiplayer simultâneo e é uma das melhores experiências beat’em up de sua geração. O jogo é difícil pra chuchu, mas a jogabilidade é ótima e você é capaz de passar horas e horas na frente da tela. Com certeza Double Dragon 2 leva a primeira posição, por ser um jogo divertido e por ter uma experiência multiplayer muito divertida, que cairia muito bem nesse serviço online do Switch.

0,5) Street Fighter 2 Piratão

Enquanto todo mundo tinha um Super Nintendo, eu ainda me divertia com o Phantom System emprestado do meu primo… E a minha oportunidade pra jogar Street Fighter 2 em casa era só através dessa versão pirata pro NES. Os golpes não entravam de jeito nenhum, o som dava dor de cabeça e não tinha todos os personagens. Mas ei, era o que dava na época! 😀

Sobre Change

"Sabe outra coisa impossível? Um gorila montado no capitão América. Não sei pq achei essa imagem na internet, mas é sensacional"

Além disso, verifique

Podcast MdM #485: Mais Capitã Marvel, o fim da Telltale e mais um monte de outras coisas!

Na primeira parte do podcast Belle Felix, Poderoso Porco, Julia, Cris Pistola e Felipe 5 …

Comentários