Home / Cinema / Eisenberg e um filme do Bátema vs Superman todo inteligente.

Eisenberg e um filme do Bátema vs Superman todo inteligente.

Saca só, nerds malditos… Jesse Eisenberg, o Lex Luthor deixcolado do novo filme de Zack Snyder, Batman vs Superman A Origem da Justiça, deu uma entrevista ao The Observer, e lá falou um pouco sobre a polêmica passada quando deu uma declaração em que comparava a sua participação na Comic Con a um genocídio, confiram:

luthor tattoo

Vejam bem… é claro que a responsabilidade sobre o que eu falo é única e exclusivamente minha, e obviamente que não sou alguém inexperiente, por isso devia ter mais cuidado com minhas palavras… A verdade é que tive uma experiência maravilhosa na Comic Con e muito por causa das pessoas que amam as coisas relacionadas ao filme que eu estou fazendo.

Obviamente que eu não fui feliz ao fazer uma piadinha auto-depreciativa e acabei ferindo os sentimentos de um monte de pessoas, e isso é errado… Se as pessoas tem ou não senso de humor é outra história.

Mas eu sinto uma pressão de dois lados diferentes nessas horas de se relacionar com os veículos de imprensa… Há um pedido tácito pra que você seja natural, honesto e sincero, mas ao mesmo tempo há essa flagelação quando pegam algo que você diz e meio que tiram do contexto.

Depois dessa explicação, Eisenberg descambou a falar sobre o personagem e o teor do filme, saquem só:

eisenluthor2

Se observar bem, Lex Luthor tem muitas das nuances que me atrairiam em qualquer outro papel em um filme independente… que é o lugar onde eu particularmente me sinto à vontade.

Mas de qualquer forma não me sinto num ambiente comprometido, Luthor é o papel mais vantajoso que já me foi dado… Tive a oportunidade de fazer um personagem muito interessante em um filme de enorme escala, e isso é algo realmente raro hoje em dia.

Sem falar que o personagem foi escrito por Chris Terrio, um cara fenomenal, sua experiência não vem das HQs então ele é capaz de criar um personagem realmente maravilhoso, enigmático e emocionalmente honesto.

Os filmes de heróis mudaram muito desde que Gene Hackman foi Lex Luthor, agora as pessoas esperam um tom mais realista nos filmes simplesmente porque vivemos num mundo onde cada espectador médio carrega um senso de motivações psicológicas… Eles se questionam, “o Superman tem tanto poder, aonde isso o levaria? Como seria visto?”

E esse tipo de coisa é o que estamos discutindo nesse filme, essas questões dos Estados Autoritários, temos Vladimir Putin impondo uma forte presença na Europa Oriental… E esses aspectos geopolíticos aparecem no nosso filme, mas não de forma pretensiosa ou irreal.

Chris Terrio prende esses elementos todos ao gênero de super-heróis habilmente, temos muita emoção, mas temas sofisticados. filosóficos e muito inteligentes são adicionados à trama, e isso é o que eu acho legal nesse filme, trazer esse sofisticado debate pros níveis mais básicos do entretenimento.

O que eu acho? Porra Michel Cera, mais de 4 linhas de falatório é pedir pro Nenly e Nenlerey se apresentarem nesse post. Mas o cara faz uns comentários meio paus nos cus ali no meio, como dizer que o roteirista do filme é mais capaz por não vir das HQs, e achar que por isso o filme é mais inteligente por abordar coisas como geopolítica, psicologia e mimimi e bobobó… Alan Moore, Neil Gaiman, Grant Morrison, Garth Ennis e outros mandam lembranças!!!

Olha, até acho legal ter um roteirista tão elogiado por todos como responsável por esse filme, isso realmente parece dar o peso que o filme precisa pra ser mais épico… Agora, só espero que o Sr. Visionário não cague em cima de tudo tentando “melhorar” a história do Terrio metendo os seus equívocos e erros de interpretação no meio do filme!

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

De que andam xingando o Pantera Negra?

Uma coisa que não se pode negar sobre o filme do Pantera Negra, é que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários