Home / Quadrinhos / O Super do Azzarello

O Super do Azzarello


Tenho aqui em minhas mãos as seis primeras edições do arco que Azzarello escreveu do Super-Homem chamado “For Tomorrow”. Acabei de terminar a edição #210 da revista Superman. Azzarello é um cara maneiro… Todo mundo aqui leu 100 balas? Do cacete, não é? Enfim, o escritor sempre deixou claro que odeia super-heróis, mas mesmo assim se aventurou no mundo dos supers.
A primeira história que li do Azzarello escrevendo um herói foi “Banner“. O escritor mandou bem em sua mini do Hulk… Mesmo partindo do lugar comum, Azzarello fez uma das melhores histórias do verdão que já li.
Logo em seguida pude conferir “Cage“, a interpretação que Brian Azzarello fez do herói de aluguel para o selo Marvel MAX. Muito divertido, vemos pela primeira vez um herói negro bem representado no mundo dos quadrinhos. Recentemente saiu aqui no Brasil o arco que Brian escreveu do Batman. Azzarello nos mostrou o melhor morcego de todos os tempos: um herói frio, calculista, violento e filhodaputa acima de tudo. Um dos arcos mais divertidos do batman que já li.
Mas não vamos esquecer: Batman, Luke Cage e Hulk não são heróis.

Eis que a DC anuncia a reformulação do Super-Homem, com uma nova origem e troca das duplas de doises criativases das revistases. Azzarello, junto com Jim Lee, assume a revista “Superman”, em sua edição 204. Brian estaria escrevendo o maior herói pop de todos os tempos junto com um desenhista que também é pop ao extremo…
Bem, eu li as seis primeiras edições e tenho três palavrinhas que as resumem: chato prá caralho! Putaquepariu, Azzarello… Sem sacanagem, parece que ele escreveu esse arco de muita má vontade. Meu deus… tem muita falação que não leva a lugar nenhum… O Super tá incrivelmente chato!!!
A revista não te empolga em nenhum momento. Os diálogos entre o Super-Homem e o padre Daniel não cumprem a premissa que Azzarello queria passar: a do papel do Azulão como um deus e seus problemas por causa disso.
Achei fraquíssimo o arco, mas os 342 fãs do Azulão espalhados pelo mundo inteiro vão se amarrar.
Última consideração: ainda afirmo que o Super não precisa de algo sério assim. Eu queria ver muito um clima mais light e divertido nas histórias do Clark. Clima que poderia ser facilmente garantido pelo Peter David, que estava disponível na época da tal reformulação…

Sobre Change

"Sabe outra coisa impossível? Um gorila montado no capitão América. Não sei pq achei essa imagem na internet, mas é sensacional"

Além disso, verifique

Nova hq no Catarse transforma pesadelos em criaturas reais

Em “A Noite Espera”, pesadelos são tornados reais literalmente (ou seria “literaturalmente”?) na forma de …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.