Home / Cinema / Mudanças étnicas no Quarteto

Mudanças étnicas no Quarteto

Vejam só, nerds desgraçados… Desde que a FOX anunciou o seu reboot do Quarteto Fantástico vários boatos acerca do filme surgiram na net… Falaram em Ben e Reed usados como arma pelo governo, Que o Dr. Destino pudesse ser uma mulher, que o Coisa ia ser um ator comediante gordo e que o Tocha Humana poderia ser negro…

O diretor do filme, Josh Trank, na maioria dos boatos, aparecia pra desmenti-lo no seu twitter, até que na semana passada soltou uma frase que dizia marromeno assim:

De todos esses boatos que apareceram sobre a reinicialização do Quarteto Fantástico, apenas UM DELES não é boato!

tocha2

E o ator que estava sendo apontado como o provável protagonista do novo Johnny Storm, Michael B. Jordan, falou ao Digital Spy, e mandou uma direta pra galera que estava reclamando pelo fato do Johnny Storm, loiro nas HQs, estar sendo boatado como um negro, vejam só:

Não quero falar muito sobre isso, afinal as coisas ainda estão no ar e sempre existe a possibilidade de não se concretizar, mas as pessoas começaram a falar cedo demais sobre isso e eu acabei virando o foco de tudo, o cara que estava falando sobre algo que ainda nem aconteceu mas que poderia vir a acontecer…

Mas o que eu quero falar é algo que não diz respeito apenas a esse papel, os tempos estão mudando… Estamos em 2014, e a maioria das HQs se estabeleceram numa realidade bem diferente, num período que pessoas como eu não tinham representatividade nos DIREITOS CIVIS, não éramos o mercado consumidor dessas histórias, por isso não tínhamos personagens voltados pra gente.

Mas o tempo anda e as coisas se modificam, não podemos ficar parados perante isso tudo, precisamos modificar nossa forma de pensar e não sermos tão tacanhos… então, se não for comigo, se não for com esse filme, ou com esse personagem, eu gostaria muito de não ficar enlouquecido com tudo isso.

O que eu acho? Sei que é de lei a nerdaiada reclamar quando o perfil étnico de algum personagem da Marvel que vai pro cinema é alterado, mas o que o Michael B. Jordan disse tem muita relevância.

A maioria dos heróis dos quadrinhos é branco porque na época em que foram criados o público que consumia as histórias era branco, a segregação era muito mais presente, e com o passar do tempo essas minorias (no sentido de direitos civis e não numérico) passaram a conquistar mais espaço…

Acredito que se a etnia não é uma característica marcante na caracterização de um personagem, a mudança dela num personagem cinematográfico não deveria haver tanta comoção negativa com relação a isso, pois apesar de todos jurarem que não, isso é certamente acaba virando um protesto racista.

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

[A gente lemos] Jessica Jones: Ponto Cego (com spoilers)

Em 2019, Jessica Jones atingiu a maioridade. A criação de Brian Michael Bendis e Michael …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.