Home / Cinema / Mel Gibson na aba dos chégas, novidade para a Marvel nos cinemas?

Mel Gibson na aba dos chégas, novidade para a Marvel nos cinemas?

Então, todo mundo tem chégas – alguns famosos, outros nem tanto e até mesmo grandes astros tem os seus. Acontece que às vezes isso pode dar merda capitão.

Em inglês, inclusive.

Não é segredo pra ninguém que o Tony Pinga anda pior que couro de pica em relação a uma futura sequência da franquia Homem de Ferro: tem hora que o puto diz que não vai rolar, tem hora que diz que rola, tem hora que diz que é cu, tem hora que diz que é pica – o que é fato é que embora vivam boatando substituições a torto e a direito, ninguém tem coragem de encostar naquele que é o principal “rosto” da editora nos cinemas.

Mas recentemente o cabra deu uma entrevista ao Deadline comentando sobre o tema e mencionou que talvez retornaria à franquia caso o filme fosse dirigido pelo amigão do cara, o também ator e diretor MEL GIBSON! É sério isso, produção?

ORLY??

Nas palavras do próprio:

DEADLINE: A Marvel realmente quer um Homem de Ferro 4, e você disse que não faria. Mas você reconsideraria caso Mel dirigisse?

DOWNEY: Certo.

DEADLINE: Podemos publicar isso?

DOWNEY: Porque não? Esse filme seria DO CARALHO [tradução livre]

Obóviamente, isso não quer dizer que o cara faria o filme SÓ caso o Riggs dirigisse, mas que isso poderia fazê-lo mudar de idéia. Em seguida, o ator comentou outros fatores que envolvem o futuro da franquia:

“Para mim, tudo passa pela questão ‘qual é a meia-vida do gosto do público por um personagem?’ É diferente da TV, onde você espera longevidade durante várias temporadas, enquanto nos filmes temos dois ou três anos de pausa. A Marvel continua acirrando seu jogo, e eu admiro o jeito que Kevin Feige e toda a cúpula criativa pensa, eles são criativos como qualquer outro time dentro da indústria.

Então se torna uma questão do ponto em que eu passo de ser apenas um recurso para o que eles estão fazendo para me sentir gastando tempo demais filmando ou promovendo essas produções, das quais eu não serei capaz de sair do posto de ponta-de-lança e fazer outros tipos de trabalho que agradariam a todos nós. Cada um desses filmes se desenrola por mais dois anos e algumas pessoas gostariam de achar tempo para se dedicar a outros projetos.

Eu não tenho mais 42, estou fazendo 50 e agora tenho dois filhos pequenos ao invés de apenas um adulto, e oito projetos do ‘Team Downey‘, com pessoas que estão imaginando se eu não estaria apenas gastando dinheiro da Warner Bros atoa, mas que na verdade estou levando muito a sério. Tudo chegou ao ponto em que isso precisa ser resolvido. Chegou a um ponto, neste momento, em que devemos cada um seguir seu rumo.

WARNER??? Vish…

Então, será que vale a pena o papo de ajudar o Max Rockatansky em troca de mais um bilhão de verdinhas? Ou será que nós não precisamos de outo herói??

Será que é um problema de escolher melhor os chégas? Qualquer coisa é só mandar um e-mail aqui pro MDM que o Macatena empresta uns dele pro Robert! Imagine que foda, HdF4 dirigido por ele, FRANK AGUIAR, o cãozinho do cinema!

“E… açãAUU!”

Sobre Tango Commando

Carlos Gardel com colônia de Napalm

Além disso, verifique

Podcast MdM #536: Os filmes de super-heróis que (quase) esquecemos

No podcast de hoje os MdMs relembram aqueles filmes de heróis que caíram no esquecimento: …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.