Home / A Gente Vimos / A Gente Vimos: Fear the Walking Dead (Piloto)

A Gente Vimos: Fear the Walking Dead (Piloto)

Pois bem, nerds malditos… depois de 5 temporadas de grande sucesso na AMC, Walking Dead vinha quebrando todos os recordes de audiência e disputando pau a pau com Game of Thrones a preferência do público pela série de TV mais popular dos EUA

Entonces era mais do que certo que o canal não iria largar o osso tão cedo, os caras obóviamente resolveram dar uma ampliada na bagaça, e como hoje em diz tudo é universo compartilhado e spinoffs, Walking Dead estreou no domingo o seu apêncice… Fear the Walking Dead.

A nova série se passa cronologicamente ANTES do que vemos acontecendo em Walking Dead, e em outro lugar também, deixamos as bucólicas florestas de Atlanta pra irmos pra ensolarada Los Angeles, onde o episódio começa num estilo que lembra bastante o despertar de Rick Grimes na série original…

Mas aqui no caso acompanhamos Nick (Frank Dillane), um viciado em drogas que acorda numa igreja abandonada usada por viciados como seu “santuário”, e ele presencia uma de suas chégas numa cena bizarra, a garota está devorando um outro viciado bem na sua frente…

ftwd1

Nick então, sem saber se o que está vendo é real ou fruto de sua nóia droguífera, sai correndo de lá, e no meio da fuga desesperada é atropelado… Nesse meio tempo conhecemos o resto da família de Nick, sua mãe que é professora (Kim Dickens), sua irmã inteligente e entediada (Alycia Debnam-Carey) e o seu padrasto (Cliff Curtis), que também tem problemas com sua ex-mulher e seu filho do outro casamento… Então como podem perceber temos drama a dar com um pau nessa série.

Devo dizer que os personagens são extremamente comuns, e passam por situações comuns a qualquer família moderna, e isso deve trazer uma rápida identificação com o público, o problema é que tudo é comum e clichê demais, ficando meio monótono e chato acompanhar os mesmos dramas que já vimos bilhões de vezes em outras séries e filmes.

ftwd2

A partir daí a família passa por alguns perrenguinhos, tipo o drogadinho que foge do hospital, a Mãe e o Padrasto investigando por conta própria pra saber se o que ele relatou na Igreja abandonada era real, a filha com seu namoradinho que sumiu, e a cidade toda começando a lidar com algo que eles não sabem exatamente o que é, mas todo espectador da série está mais careca que o Bugman de sacar o que é… SÃO OS ZUMBIS, PORRAAAAAA!!!

ftwd4

Então a partir daí também vemos uma sucessão de eventos que já vimos outras bilhares de vezes em outros filmes relacionados ao universo zumbi, como o vídeo amador que mostra um cara sendo alvejado por tiros e não recuando, o “morto” na maca atacando o médico, o zumbi errante que todo mundo se aproxima pra ajudar achando que é uma pessoa machucada… Enfim, mais clichês.

Mas apesar disso, a série tem bons momentos, e mesmo o fato de sabermos exatamente o que está acontecendo e ficarmos putos com a ingenuidade dos personagens ante a situação (desconhecida por eles), a série tem boas tensões e suspenses, daqueles que olhamos e ficamos na expectativa de que uma merda vai acontecer (por já estarmos habituados com o universo ali mostrado).

A série nesse piloto ainda não mostrou a que veio, e não sei exatamente o que a AMC pretende com ela, se quer trazer novos espectadores atraídos pelos dramas familiares e não pelo apocalipse zumbi, ou se quer apresentar pros fãs do apocalipse zumbi uma outra abordagem do tema, com menos ação e mais momentos fraternos… Eu sinceramente acho que nenhum dos dois públicos deve se sentir atraído por Fear The Walking Dead.

Confesso que em alguns momentos FTWD é monótona e chata, mas acho que a tendência é termos cada vez mais cenas tensas provocadas pela presença zumbi, Agora, quero ver o que eles deverão aprontar pra segurar esse lado “diferente” de Walking Dead, já que invariavelmente essa série deverá descambar pra um “mais do mesmo” da original, já que tem mais DUAS temporadas já encomendadas, e acredito que no meio dessa primeira temporada já teremos o apocalipse zumbi estabelecido nesse outro núcleo de personagens também.

ftwd3

Então, se você é fã de zumbis, e assiste desde os filmes mais merdas até os clássicos sobre o tema, pode ser que consiga assistir FTWD tranquilo no mamilo, já que a produção é boa (tem o mesmo esmero da série original), agora se você assiste Walking Dead só pra ver a porradaria comer e a luta entre humanos e zumbis, certamente vai achar essa série bem maaaaaaiisss ou meeeeenosss, maaaais ou meeenos.

Nota: 5,2

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

Ivete Sangalo canta o tema do novo desenho dos Ducktales

Hoje recebemos um e-mail de divulgação da Disney sobre a versão dublada da nova versão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários