Home / TV / Walking Dead, o que vem por aí?

Walking Dead, o que vem por aí?

Pois é, nerdaiada maldita… Walking Dead exibiu seu mid-season finale ontem, e convenhamos que pra uma temporada que começou bem, o episódio foi o mais “corta tesão” desde que a série iniciou em 2010.

Se alguém esperava um episódio fodaço, com a queda do muro e a invasão da horda zumbi a Alexandria, a coisa ficou meio que na mesma dos episódios parados e sonolentos das últimas semanas. Tirando alguns bons momentos como a Carol confrontando Morgan por ele ter um dos Wolves confinados e estar tentando “reeducá-lo” sem contar isso pra ninguém… ou a morte de Deanna, que deve colocar Rick como o líder de fato de Alexandria.

carolmorgan

Outras coisas parecem ter sido criadas só pra gerar uma tensãozinha, sem nenhuma função real na trama, como Meggie presa num posto de observação cercada de zumbis, ou a treta entre Carl e o filho do cara que Rick matou (e que eu nem lembro o nome), ou até mesmo o total desperdício do retorno do Glenn, que só veio pra forçar uns discursinhos de esperança, superação e otimismo convencendo Enid a voltar pra cidade…

Vermos a trupe do Rick usar de novo o truque de se lambrecar de carne fétida de zumbi pra andar tranquilamente no meio da horda de walkers nem foi algo assim tão surpreendente, até mesmo ver o garoto chorão Sam prestes a ter uma crise de medo e ferrar com todo mundo no meio da micareta zumbi não me deixou assim pilhado pra ver o resto da temporada.

negangang

Nos finalmentes, vermos Daryl, Abe e Sasha encontrando com a gangue do Negan no final também não foi nada demais, já sabíamos que o personagem ia estar na série quando noticiaram Jeffrey Dean Morgan no papel, e a cena em si foi bem simples, acho que se tivessem atirado no Daryl ou Abe no desfecho poderiam até ter criado maior expectativas.

Mas então… O que podemos esperar no resto da temporada (que volta em fevereiro de 2016) com base no que vimos ser desenvolvido nessa primeira metade da temporada? Demos uma vasculhada nos fóruns de fãs da série e saquem só o que deve acontecer:

Primeiro o que mais repercutiu há algumas semanas foi um vídeo vazado do Negan espancando alguém que algumas pessoas disseram se tratar do Daryl, ou o Abe:

View post on imgur.com

o lance é que não dá pra saber quem é pela qualidade do vídeo… Mas agora que todos sabem que o Glenn sobreviveu, ele também se torna um potencial candidato a conhecer “Lucile” de perto… Já que nas HQs o china da coréia se morreu-se exatamente do jeito mostrado no vídeo.

walking_dead_negan

Mas talvez não seja ninguém conhecido nesse vídeo, podemos estar presenciando um assassinato aleatório do Negan, daqueles só pra apresentar o personagem como fodão, afinal algumas fotos de bastidores já mostraram que tanto Daryl, Abe e Glenn estão juntos da galera em Alexandria:

glennjesus

E supostamente Juntamente com Jesus, um novo personagem na série mas bastante conhecido dos leitores de Walking Dead… Sugerindo que a galera que topou com a gangue do Negan conseguiu escapar e voltar pra cidade.

3305958-jesus

Pra terminar, também flagraram em fotos o personagem Carl andando com uma bandagem sobre o seu olho direito:

O que pode significar que o moleque acabe tendo o mesmo destino de sua contraparte quadrinística:

carl-eye

O que eu acho? Enfim, espero que a presença de Negan nesse final da 6ª temporada recupere o fôlego da série, eu até acho que matar um dos “fodões” da série seria uma boa pra dar mais destaque pro vilão e também pra mostrar que no mundo de Walking Dead não importa quem você seja, uma hora ou outra a merda vai escorrer pro seu lado!

Mas não sei não, esse arco do Abe finalmente deixando de ser um maluco suicida e decidindo viver de boas me parece ser uma grande preparação pra sua morte na série, talvez ele seja a vítima “importante” de Lucile na TV.

abewalking

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

Láive ao vivo MdM: GoT FASENDO MELIOR ENTAUM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.