Home / Marvel / Wakanda tem seus Bátemas

Wakanda tem seus Bátemas

Na verdade Batemulheres, mas isso não traria tanto impacto no título do post.

É o seguinte, seus cabra-cegas. Saiu hoje uma das revistas mais esperadas dessa nova fase da Marvel, Pantera Negra, que conta com o conceituado escritor Ta-Nehisi Coates e o artista Brian Stelfreeze. A primeira edição teve notas excelentes na mídia especializada lá fora, mas só saberemos de verdade quando chegar ao Brasil.

E NÃO ANTES.

De qualquer forma, hey, a revista parece foda.

037-600x607

De qualquer forma, parece que Wakanda não tem apenas um Batman melhor que o Batman, como ela tem Batmulheres melhores que o Batman. Conheçam as Anjas da Meia-Noite:

IMG_21781-e1459942704193-600x371

Eu não sei ainda se elas são ex-membros daquela Guarda Real que acompanhava o T’Challa por onde ele vai, mas pelo menos sei que elas não fazem parte da Realeza Wakandiana. São apenas super-heroínas do país. E um casal.

IMG_2177-e1459942556942-600x572

Ain, mas você só fez um post pra falar mal do Batman, usando personagens que nem se baseiam em morcegos? Sim e não. Na verdade, o motivo principal do post foi falar como eu acho foda a Marvel dar tanto destaque ao Pantera, colocando uma equipe criativa foda trabalhando com ele e aumentando a força do personagem dentro do seu universo, colocando-o no comando da nova formação dos Supremos.

Ultimates_3_Sprouse_var

Ain, mas é só pela representatividade? Não apenas isso, embora o Bleeding Cool tenha feito um artigo em como essa nova revista do Pantera impacta leitores africanos de quadrinhos, e isso é foda pra caralho. Só que eu também acho irado ver essa rotatividade de personagens nas linhas de frente da editora.

É só ver a nova formação dos Vingadores. Temos o Homem de Ferro, Capitão América e Thor que, embora tenham sofrido alterações e nem sejam os mesmos personagens, continuam como cerne da equipe. Contudo, além deles temos o Visão, que sumiu alguns anos atrás, e três personagens que foram criados nos últimos seis anos: Miles Morales (2011), o novo Nova (2012) e a Miss Marvel (2013). Não apenas são novos personagens, mas são símbolos de grupos que estiveram mal-representados desde que os quadrinhos são quadrinhos.

E nem é só a questão da representatividade. As próprias revistas da Marvel tem geralmente quadrinhos de extrema qualidade que não são necessariamente sobre os figurões da editora. Tivemos o Gavião Arqueiro com uma excelente fase recentemente. O Surfista Prateado voltou aos holofotes depois de um tempão no limbo. Os Guardiões da Galáxia ressurgiram. Os Inumanos são uma força maior até que os X-Men. Até Inimigos Superiores do Homem-Aranha tiveram um destaque cult.

All-New-All-Different-Marvel-branding-2

A gente aqui no MdM sempre zoa a Nova e Diferente e Caralho a Quatro da Marvel sobre como nem tudo é diferente assim, mas você vê uma quantidade de apostas que deve ser lembrada, mesmo que fracassem. Temos o Cavaleiro da Lua sempre por aí, Comando Selvagem da SHIELD com os monstros da editora, Karnak, Homem-Formiga, Feiticeira Escarlate, personagens do segundo escalão que tem a chance de ganhar destaque. Mesmo que várias revistas fracassem nas vendas, é muito foda ver tentativas assim.

Espero que o Rebirth da DC também faça isso. Eu ainda considero que são apostas bem mais conservadoras, mas espero que os pontos fora da curva tenham sucesso. Batgirl, Gotham Academy e Canário Negro foram exemplos disso, embora em número menor que na Marvel. Espero que Esquadrão Suicida faça sucesso para ver a Warner apostando mais em filmes que não tenham a porra do Batman.

Até porque o Pantera é um Batman muito mais foda.

Sobre Lojinha

Apenas um evangelizador de One Punch-Man, Gintama, Undertale, Community e Cave Story.

Além disso, verifique

[280 ou foda-se] Lúcifer, Finório, Flintstones, Acelera SP, Escalpo (não aquele), Criminosos do Sexo…

Descobri que no mundo da interweb full time, as pessoas não curtem mais ler como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários