Home / Cinema / Você sabia que melhor universo compartilhado dos cinemas é da Warner?

Você sabia que melhor universo compartilhado dos cinemas é da Warner?

Pois é, pois é, pois é!

Estou falando do universo criado pelo diretor James Wan com o filme a Invocação do Mal. Já são, se minha memória não me engana, quatro filmes lançados: Invocação do Mal, Anabelle, Invocação do Mal 2 e Anabelle 2. O próximo filme do universo será A Freira e já tem trailer. Olha aí:

Taissa Farmiga é a estrela do spin-off de Invocação do Mal, este por sua vez estrelado por Vera Farmiga. Será que as personagens das irmãs Farmiga terão algum tipo de parentesco no universo de terror da Warner.

Eu confesso que não dava a menor bola para esses filmes até descobrir que todos faziam parte de um mesmo universo. Resolvi ler um pouco mais e fiquei interessado não só pelas histórias, mas também pelo modelo de produção de baixíssimo orçamento e resultados assombrosos. Me apaixonei!

É curioso pensar que a Warner consegue com tão pouco fazer um universo coeso, mas se embaralha toda pra fazer o Universo DC funcionar. Vale também pra usar o mundo de Invocação do Mal como parâmetro pro Dark Universe da Universal. Os caras têm as maiores franquias de terror da história e se enrolam toda ao pensar em seus personagens num universo de aventura e coisa e tal. Muito difícil entender esses executivos de Hollywood.

Enfim, A Freira tem previsão de estreia dia 6 de setembro no Brasil, véspera de feriado. Vale assistir na sessão de meia-noite. Além de Taissa Farmiga, o filme conta com Demian Bichir, Jonas Bloquet, Charlotte Hope e Jonny Coyne no elenco. A direção é de Corin Hardy e o roteiro de Gary Dauberman e James Wan. Para encerrar, cito o queridíssimo Andrei Fernandes do Mundo Freak: até breve e, lembre-se, não olhe para trás.

Sobre O Magnânimo Ultra

Não tem nada pra você ver aqui. Vaza.

Além disso, verifique

“Só achei estranho esse negócio dela estar com o cabelo molhado”

Tava demorando, mas finalmente temos fotos oficiais do filme do Aquaman. Até então, pouca coisa …

Comentários