Home / Cinema / Você é burro cara, que loucura… Como você é burro

Você é burro cara, que loucura… Como você é burro

snow2

Olha só, nerds malditos… O diretor coreano Bong Joon-ho, de o Hospedeiro, fez um filme baseado numa HQ francesa que ninguém leu, e ainda tem o Chris Evans no papel principal… O filme se chama Snowpiercer, e aqui no Brasil ganhou o título de Expresso do Amanhã

O filme mostra a Terra fodida com o aquecimento global, imersa numa nova era do gelo onde os últimos habitantes do planeta vivem num enorme trem (chamado de Snowpiercer) que vaga pelo mundo sem destino… e dentro desse trem gigante as pessoas estão separadas por castas sociais, onde a pobraiada vive à míngua e os ricaços vivem na fartura… até que os oprimidos se organizam e resolvem começar a revolução.

Nada muito original, né? Já vimos essa mesma história em dezenas de outros filmes, e até mesmo Elysium, que estreia logo-logo também tem uma temática muito parecida… Bem, o lance é o seguinte, o filme teve sua estréia lá na Coréia do Sul, e foi bem recebido pelo público e crítica, e como a Weinstein Company tem os direitos de distribuição do filme nos EUA, ele deverá ser lançado no país do Tio Sam em breve.

Mas então, aí que chegamos ao ponto, o crítico de cinema Tony Rayns, que esteve no lançam ento em Seul, ficou sabendo dos planos da Weinstein pro lançamento americano da bagaça, e os cabras pretendem REMONTAR O FILME, CORTANDO CERTCA DE 20 MINUTOS DELE… e a jusificativa foi que o filme precisa ser adequado para que até as pessoas do “Iowa até Oklahoma” consigam assistí-lo e entendê-lo… Também vão dublar todas as falas em língua estrangeira e inserir narrações em of na abertura e encerramento do filme pra “explicar” algumas coisas.

E os cabras se referiam aos estados do meio oeste americano, região que pega, além dos estados federativos supracitados ainda Nebraska e o Kansas… é a região agrícola dos EUA, onde cidadezinhas como Smallville, cheia de matutos e cowboys proliferam aos borbotões. E em outra palavras eles admitiram sim que o filme será convertido para ser entendido por todo o público americano nivelado “por baixo”, usando as pessoas que eles consideram MAIS BURRAS como o parâmetro de definição da bagaça.

Rayns falou com o diretor Bong Joon-ho e ele confirmou os cortes, dizendo que eles se darão na maioria das cenas onde se desenvolvem um pouco mais a história de cada personagem… Rayns presume com isso que o estúdio americano deva priorizar a ação do filme, tirando dele boa parte da instigante trama de Sci-Fi.

O filme será lançado no Brasil em 18 de outubro, provavelmente sem cortes.

O que eu acho? Caras, esse lance de adequação de filmes para que ele fique comercialmente viável pro estúdio e possa ser acessível ao público mais burro é foda… é como se o museu resolvesse repintar por cima do original da Monalisa um novo quadro que seria compreendido melhor pelos caras menos cultos que visitam o lugar.

É por iniciativas como essa que vemos cada vez menos filmes se tornando grandes clássicos do cinema2001 Uma Odisséia no Espaço foi um filme que muita gente que não entendeu, mas isso não o impediu de ser um grande sucesso, Blade Runner passou por remontagens e picotações pelo estúdio achar que ele não seria compreendido pelo público, e foi um grande fracasso nos cinemas… Só ganhou reconhecimento e notoriedade quando foi lançado com parte do material original que havia sido cortado de volta ao filme.

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

Podcast MdM #557: Mangá, Viagens, Estatísticas, Bátima do Pattinson e montagem de móveis

Hoje tem Podcast MdM pra todos os gostos! O MdMangá de casa cheia fala dos …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.