Home / Quadrinhos / Vagabond #41

Vagabond #41


Vagabond voltou. Isso é a única coisa que importa.

A volta de Vagabond deveria ter sido comemorada no mundo nerd com rojões e festa, contudo, não vi nenhuma manifestação. De minha parte, fiz o possível para celebrar o retorno às bancas da melhor revista em quadrinhos à venda hoje em dia. Preparei um saboroso suco de uva, estiquei a rede na varanda e li da forma mais confortável possível.
Quer saber se eu gostei?

Gente fedida, como é bom ler Vagabond.
Nesta edição, Musahsi é desafiado para um combate mortal. Além disso, seu encontro com dois grandes rivais (tá, um nem tanto) vai rolar… A pancadaria vai comer solta na próxima edição da revista.
Essa é uma edição importante, pois Musashi começa a pensar mais em sua jornada para se tornar o melhor samurai de todos. Ou seja, é o começo da formulação da filosofia do caminho da espada, criado pelo samurai. É bom de mais da gota…
Takehiko Inoue é genial. Seus desenhos para lá de realistas ganharam um tchan a mais por conta dos toques de humor – leves, diga-se de passagem – feitos pelo autor. E a narrativa, então? O cara leva a história quadro a quadro com sutileza quase que cinematográfica. Dá uma aula para um monte de mané que desenha quadrinhos noseuas.
Nota: Cerveja bem gelada num dia de sol!!!
Duas notícias relacionadas ao mangá:
1 – Vagabond, agora, é bimestral. Assim, o risco de alcançarmos a edição japonesa diminui.
2 – Segundo o site da Conrad, Vagabond é o manga mais vendido do Brasil. Em segundo lugar está Vagabond, edição definitiva (uia). No Japão, Vagabond também é o manga mais vendido. A edição 22, correpondente às edições 43 e 44 da edição brasileira – ainda não lançadas por aqui, dãã – vendeu como água de coco na orla carioca.
Se você ainda não leu Vagabond, bom sujeito não é. Ou é ruim da cabeça, ou doente do pé!

Sobre Colaborador col

Além disso, verifique

Podcast MdM #559: Tentando lembrar das HQs BOAS dos anos 90! Eita porra!

No podcast de hoje os MdMs Hell, Caruso e Daniel HDR chamam a galera da …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.