Home / Quadrinhos / Ultimate Fantastic Four #22

Ultimate Fantastic Four #22


*** Em se tratando de um review de um gibi que ainda não fora lançado no Brasil, alertamos a galera para possíveis spoilers. Estejam avisados! ***
Quanto mais o arco Crossover se desenrola, menos me convenço de que haverá o tão especulado Marvel Collision. Quero dizer… Se houver um evento como esse, acredito que dificilmente advenha deste arco. No entanto, Crossover é uma história muito bacana e interessante. Confiram comigo o que está rolando lá fora.

Bom, na edição passada o Reed Richards Ultimate construiu um teletransportador com a ajuda do Reed Richards tradicional. O que o Sr. Fantástico Ultimate não esperava era que o Sr. Fantástico tradicional estava, na realidade, armando uma emboscada para atrair sua contraparte para um universo paralelo onde o Quarteto Fantástico assemelhava-se um grupo de mortos-vivos.
O gibi explica que o aspecto de zumbis do Quarteto, bem como da grande maioria dos super-heróis desse mundo, se deve a uma contaminação que, em questão de dias, transformou todos eles em mortos-vivos sedentos por carne (se Mark Millar não teve influência de Resident Evil para escrever isso, eu paro de malhar).
Quando o Reed Ultimate já estava cercado por todos os heróis-zumbis desse universo (que, inclusive brigavam entre si pelo rapaz), Magneto interfere, afastando a todos e salva a versão Ultimate do Sr. Fantástico. Aparentemente, Magneto se aliou a um pequeno grupo de humanos que sobreviveram a essa contaminação (o que? Magneto se aliando aos humanos?) e que procuram ajudar um ao outro. Reed achava que, pelo aspecto decadente da dimensão, repleta de carros batidos e capotados e prédios destruídos (Resident Evil de novo) que a contaminação estava em andamento há meses e ficou surpreso ao saber que tudo isso havia começado há apenas três dias.
Enquanto Reed Ultimate e os sobreviventes pensam em uma maneira de resolverem esse problema, a família fantástica tradicional consegue se transportar para o universo Ultimate à procura de comida, podendo iniciar por lá uma onda idêntica de contaminação. PAM PAM PAM PAAAAAM!
Apesar das referências escancaradas a Resident Evil, achei muito legal o desenrolar da história. Outra coisa muito legal é a arte de Greg Land, que está sensacional. Acredito que isso dificilmente desencadearia algum mega-evento envolvendo os dois universos da Marvel. Realmente, quem inventou essa teoria de Marvel Collision só pode ser um desocupado que só pensa em bonecos e comida (ops, era eu!). No entanto, ainda quero ver qual será a de Ultimate Extintion, a mega-saga do universo Ultimate que envolverá o devorador de mundos BAH RAK TUS.
Nota 9,0 pelo gibi.

Sobre Nerd Reverso

O que esse cara ainda tá fazendo aí? VAI EMBORA DO AMÉRICA!!!

Além disso, verifique

Podcast MdM #559: Tentando lembrar das HQs BOAS dos anos 90! Eita porra!

No podcast de hoje os MdMs Hell, Caruso e Daniel HDR chamam a galera da …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.