Home / Quadrinhos / Superman Batman #1

Superman Batman #1


A Panini Comics prometeu e cumpriu: os DCnautas já podem comemorar, chegou às bancas mais uma HQ com os personagens da DC. Trata-se de Superman/ Batman. Já são seis revistas mensais da editora (Superman, Batman, Liga da Justiça, Superman/ Batman, Novos Titãs e Jovens Titãs). Vale lembrar que a DC começou na Panini com apenas três revistas (Superman, Batman, Liga da Justiça). Parabéns Panini.
Vamos à crítica:

Superman/ Batman #8

Roteiro: Jeph Loeb; Desenhos: Michael Turner
Acho divertidíssima a relação entre Batman e Superman criada por Loeb. Bruce, mesmo diante de tanto poder, trata Clark como uma criança, quase como um pai preocupado. Muito bom.
Bem, Clark, como ele mesmo diz, está de castigo na Fortaleza da Solidão enquanto alguns super-heróis estão procurando os fragmentos de Kryptonita espalhados pelo planeta conforme visto nos eventos anteriores e Batman é um dos que procuram as pedrinhas coloridas. Em uma de suas buscas, usando uma roupa daquelas criadas para vender brinquedos, Batman encontra uma nave e uma bela lourinha… Sim, Supergirl!
Resumo da ópera: Batman persegue a menina e no fim Superman aparece, bate um papo com a mina e descobre que ela é sua prima Kaar Zor-El
Michael Turner é destro, mas gosta de desenhar com a mão esquerda só para causar irritações nos olhos dos leitores com mais de 16 anos.
Nota 6,5. Mas só porque eu gosto do Loeb.
Superman/ Batman #9

Roteiro: Jeph Loeb; Desenhos: Michael Turner
Conversa vai, conversa vem e Batman, claro, não confia na menina. Afinal, ele como nós, já vimos dezenas de versões de heróis que na verdade eram clones ou robôs criados por vilões… Por que acreditar nessa nova Supergirl? Bem, nem o Krypto vai com a cara dela.
Uma embromação total essa história. Um papo de que a Lois comprou roupas para a menina (que parecem ter sido tiradas do figurino do filme Aos Treze… Quem viu o filme sacou o nível da piranhisse) sem nunca ter visto a cara de Kara (tu-dun tschi).
A menina conta a sua história e descobrimos que ela saiu de Krypton no dia da explosão porque seu pai, Zor-El, acreditava nas teorias de seu irmão, Jor-El Santana. Mas como a menina sabe de tudo isso? Por que ela parece tão mais nova que seu primo? São perguntas que titio Loeb vai nos responder um dia…
Bem, Darkseid aparece para mostrar que sabe da mina super poderosa e revela seus interesses nela (não, ele não quer dá uma sapecada nela). Para a surpresa de todos, Mulher-Maravilha também quer a menina para ela (não, ela não quer dá uma sapecada nela). Bem, é isso.
Michael Turner, desenha mal.
Nota: 6,5. Só porque não suporto os desenhos desse cara… Também, né? Não sou mais adolescente, orra!
Green Arrow #34

Roteiro: Judd Winick; Desenhos: Phil Hester
Arqueiro Verde tem alguns problemas pessoais para resolver… Entre eles o par de chifres que ele colocou na Canário Negro. Enquanto isso, um vilão bunda do Batman (como quase todos os vilões do morcego) resolve participar de um assalto na cidade de Oliver…
Phil Hester tem um traço peculiar e divertido… Deveras preguiçoso, mas o cara é bom.
Nota 7,0
Wonder Woman #195

Roteiro: Greg Rucka; Desenhos: Drew Johnson
Essa revista merecia um 10 só por causa da capa maravilhosa de Adan “só desenha mulher foda” Hughes.
Essa revista merece um 10 porque faz uso de metalinguagem da forma mais sutil que já vi. Rucka, você é ótimo!
Essa revista merece 10 porque os desenhos de Johnson são ótimos e dignos da maravilhosa.
Essa revista merece 10 porque foi uma das poucas da Mulher Maravilha que não me fez dormir.
Qual é a nota, maestro? Nota 10

Sobre Colaborador col

Além disso, verifique

Podcast MdM #559: Tentando lembrar das HQs BOAS dos anos 90! Eita porra!

No podcast de hoje os MdMs Hell, Caruso e Daniel HDR chamam a galera da …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.