Home / Cinema / Stan Lee entra pra ioga!

Stan Lee entra pra ioga!

Stan-Lee-Yoga-Hosers
Ao que parece, muito animado…

E agora com (um)a (das) notícia(s) ireelevante(s) do dia!

Todo mundo sabe que o velho Stan Lee, além de ser um roteirista ultrapassado (e os cuequinhas-excelsior piram!) também é arroz-de-festa em filmes de super-heróis, o que talvez algum moleque fedendo a leite desconheça é que nem sempre foi assim: existiu uma época distante onde filmes de quadrinhos eram uma bela bosta, porque a Marvel vendia suas licenças mais fácil do que a mãe dos leitores vende o corpo na Augusta.

Ainda um melhor Capitão que o Chris Evans!

Mas desde aquela época o velho Lee já queria se bandear pro lado cinematográfico do mistério. Lá no distante ano de 1995 (também conhecido como “o-ano-que-era-bom-ser-brasileiro”, com copa do mundo recém-ganha, dólar a um real…) o cara, que se bobear nem parte da Marvel era mais, participou num filme desses de adolescente, dum diretor que talvez hoje seja conhecido como “o amigo gordo do Bat-Affleck”, mas que na época até que era um cara promissor: Kevin Smith. O filme em questão era “Barrados no Shopping”(Mallrats)(aliás, viram, esse costume de dar nomes escrotos pros filmes não é de hoje) e Stan-the-man aparecia discutindo aspectos pouco ortodoxos dos personagens de quadrinhos. A cena, icônica, você confere logo abaixo.

Pois bem, outro dia desses o Maximus noticiou que o gordo deitão mor americano estaria dirigindo um novo filme – na verdade três deles – e parece que um deles contará mais uma vez com a presença do “criador” dos heróis Marvel em pessoa! “Yoga Hosers”, que aqui deve se chamar “O Cãozinho da Ioga”, é a segunda parte da trilogia do diretor, que será “um pouco como um filme de super-heróis, mas com meninas de quinze anos”, para o delírio dos pedobears ao redor do mundo. Contando com as filhas tanto do próprio Smith quanto a do ator Johnny Depp, Harley Quinn Smith e Lily-Rose Depp, trará a história de duas amigas trabalhando como balconistas de uma loja de conveniência que ao serem confrontadas com o mal, terão que lutar utilizando “todos os sete chakras, uma posição do guerreiro de cada vez”. Resumindo, vai ser uma merda.O filme ainda conta no elenco com Justin Long (o garoto do Olhos Famintos), Haley Joel Osment (o menino d’O Sexto Sentido), Genesis Rodriguez (a melhor criação do Robert Rodriguez), e Adam Brody (do seriado preferido do Macatena, The O.C.). Cruzes.

Saudade dos tempos que Kevin Smith era sinônimo de filmes bacanas, que não te ofendiam (muito) o intelecto, tipo Clerks e Dogma. Mas, quem sabe, pode surpreender. Talvez essa coisa de utilizar filhas de pessoas famosas e criar trilogias não-usuais seja uma tentativa de estabelecer uma coisa nova no cinema, um resgate do cinema adolescente oitentista, meio absurdo e meio cômico, e quem sabe não faz rios de dinheiro e reestabelece a já (muito manchada) imagem do diretor, que não faz nada bom há mais de vinte anos? Será um retorno do “brat pack” de Smith – o “View Askew” – que contava com nomes (hoje nem tanto) famosos como Jason Lee (o Earl), Matt Damon (o Mark Whalberg de luxo) e o Bátema próprio Ben Affleck? É esperar pra ver.

Afinal, em tempos onde robôs montados em dinossauros (também robôs) e guaxinins falantes de trabucos vendem rios de dinheiro, tudo pode acontecer!

 

Sobre Tango Commando

Carlos Gardel com colônia de Napalm

Além disso, verifique

Podcast MdM #557: Mangá, Viagens, Estatísticas, Bátima do Pattinson e montagem de móveis

Hoje tem Podcast MdM pra todos os gostos! O MdMangá de casa cheia fala dos …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.