Home / Quadrinhos / Priest #1

Priest #1


O primeiro número de Priest sai no Brasil aguardado pelas notícias de que será adaptada para o cinema. Primeiro manhwa (história em quadrinhos coreana) do gênero ação/terror a ser lançado no Brasil e obra do autor coreano Hyung Min-Woo, Priest é encarado pela editora como um sucesso no mundo inteiro. Menos, menos…

A história se baseia em Ivan Isaacs, padre promissor que, por engano, libertou o demônio Temozarela o que custou a sua vida e a de sua amada, Gena (um padre promissor que ama? Reclamem com o release da editora Lupus…). Para corrigir seu erro, Ivan vendeu metade de sua alma para o demônio Belial, inimigo de Temozarela. Em troca, recebe uma segunda chance e poderes sobre-humanos. Isso soa familiar não?
A despeito das semelhanças com Spawn, Priest não é grande coisa. A premissa não é original (lembra muitos personagens e plots desenvolvidos na década de 90 nos comics) e mesmo a história não convence muito. O traço de Hyung Min-Woo é ótimo e o ponto alto da revista. Boas noções de movimento e personagens fisicamente distintos e muito bem caracterizados. Contudo, como roteirista Woo cai sempre na mesmice de matar-dilacerar-destruir personagens entre si. Os conflitos são mal desenvolvidos e não é raro o artista usar os diálogos para explicar o que deveria ser função dos desenhos.
Apesar da história pouco original e desenvolvida de forma fraca e duvidosa, a criativa arte de Woo faz o preço da revista não parecer tão caro (R$10). Resta esperar se os erros desta edição se corrigirão nas próximas edições.
Nota: 6,5
Blogman libertou um anjo que caiu do céu por estar bêbado. Junto com ele e mais um web que curte machados de plástico, criou um site safado na internet…

Sobre Change

"Sabe outra coisa impossível? Um gorila montado no capitão América. Não sei pq achei essa imagem na internet, mas é sensacional"

Além disso, verifique

Nova hq no Catarse transforma pesadelos em criaturas reais

Em “A Noite Espera”, pesadelos são tornados reais literalmente (ou seria “literaturalmente”?) na forma de …

Um comentário

  1. eu gostei dessa hq

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: