Home / Cinema / Parem as prensas! Pode vir aí um reboot de POWER RANGERS!

Parem as prensas! Pode vir aí um reboot de POWER RANGERS!

Mais um dia, mais um rumor. Mas como cagação de regra é a lei por aqui, vamos cagar mais um pouquinho.

Por mais que hoje sejamos pessoas adultas, responsáveis, hélpis e batráquios (e leitores do MDM), um dia já fomos jovens crianças, moleques arteiros e descalços, que limpavam o catarro na camisa surrada “LULA 94” enquanto corriam pra frente da TV assistir Power Rangers na Globo. Pra muita gente, inclusive (que não é velhaco pra ter visto Changeman na Manchete) o seriado americano foi porta de entrada pra todo um mundo nerd, japoronga ou não, que povoou nossas infâncias pelos anos afora.

Só que tudo que é bom tem fim. Com o tempo a gente cresceu, a infância acabou, a Angélica casou, o Senna (e o Mamonas) mó-rreu e Power Rangers ficou uma merda. Pode ter sido a puberdade, pode ter sido o emburrecimento (maior ainda) das tramas, ou só uma mudança de gosto mesmo, os “tokusatsus enlatados” foram ficando no esquecimento, soterrados por pokemóns e Narutos na mente da criançada. Até agora (?)

 

Ah, internet…

 

Andando ai pela internet topei com esse artigo do The Wrap (que parece ser mais confiável que o COSMIC BOOK NEWS) comentando sobre um possível reboot da franquia da Saban Entertainment. Pra quem… bateu na trave e não sabe, Power Rangers surgiu como uma estratégia SAFADA dum cara chamado Haim Saban, produtor norte-americano malandro que comprava direitos e cenas de ação de seriados japoneses, costurava cenas com elenco americano meia-boca por cima, e lançava nas manhãs faturando HORRORES com licenciamentos. E agora, segundo outro artigo, o cara montou um estúdio e estaria afim de começar a investir no mercado cinematográfico, inicialmente como distribuidor.

Como a parada tem o aporte da Lionsgate talvez o projeto ande, já que embora seja um estúdio meio-meia-boca, emplacou os recentes “Jogos Vorazes” e tem uma boa rede de distribuição. E pra quem ache que isso não garante porra nenhuma basta lembrar que estúdios menores lançaram bons filmes recentemente em cima de propriedades intelectuais adaptadas (“Dredd“, “Kick-Ass“…) Eu não sei vocês, mas quando saiu o primeiro filme dos Power Rangers no cinema, aquele com o Ivan Ooze eu achei DO CARALHO (na época). Claro, criança gosta de qualquer merda, mas não seria uma boa apostar nessa faixa etária de público que assistiu quando criança e continua a consumir filmes do tipo, nem que pela nostalgia? Não acho que role blockbuster, mas pelo menos algo que venda lancheira/boneco/joguinho/paródia pornô.

Mas, foda-se, bom mermo é lembrar da Kimberly/Amy Jo Johnson, uma das primeiras punhetas de muita gente por ai!

 

 

Hoje em dia ela já tá meio velhaca, a idade chega pra todo mundo.

 

 

Mas, e ai, VOCÊ IA?

Sobre Tango Commando

Carlos Gardel com colônia de Napalm

Além disso, verifique

Podcast MdM #557: Mangá, Viagens, Estatísticas, Bátima do Pattinson e montagem de móveis

Hoje tem Podcast MdM pra todos os gostos! O MdMangá de casa cheia fala dos …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.