Home / DC / O melhor Robin de todos os tempos vai voltar

O melhor Robin de todos os tempos vai voltar

Foram inúmeras as tentativas – em décadas – da DC em transformar o viadinho do Robin num personagem respeitável. Trocaram o pivete, mataram o segundo, fizeram do terceiro um bostinha chorão viciado em computadores, puseram uma menina e voltaram com o terceiro. Nada deu muito certo.

Um dia, lembraram que existia numa história perdida um moleque, filho do Batman com a filha de um de seus piores inimigos. Resolveram trazer o moleque pro UDC novamente, fizeram dele um assassino em recuperação e transformaram o fedelho em Robin. Finalmente, depois de anos e anos, fizeram um Robin bacana. Então, mataram o moleque.

post

Eu confesso, eu parei de ler as HQs do Batman quando noticiaram a morte do Damian Wayne. Estava lendo todas via Comixology, mas travei assim que revelaram que o moleque esticaria as canelas. Poucas vezes vi um personagem de quadrinhos ser tão bem construído por tanto tempo. Grant Morrison, ao recuperar o personagem, aprensentou um fedelho arrogante que foi se transformando para ser aceito por uma família completamente disfuncional, até se tornar um dos super-heróis mais humanizados da DC – o que é raro na editora.

Hoje, no entanto, surge a notícia Damian Wayne vai voltar. De acordo com o New York Post, Andy Kubert vai contar em quatro edições as aventuras do filho de Bruce Wayne já adulto, atuando como Batman. Não está claro ainda se a HQ vai se passar num universo alternativo ou se Kubert vai mesmo reviver o personagem. Clique aqui para ver a capa da HQ com arte de Andy Kubert.

Eu sinceramente espero que o personagem seja ressucitado.

post

Nem preciso explicar, né?

Sobre Colaborador col

Além disso, verifique

Nova hq no Catarse transforma pesadelos em criaturas reais

Em “A Noite Espera”, pesadelos são tornados reais literalmente (ou seria “literaturalmente”?) na forma de …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.