Home / Brinquedos, Jogos e RPG / Novo RPG de horror nacional inspirado em Beladona

Novo RPG de horror nacional inspirado em Beladona

Há cerca de uns dois anos me lembro de ter conversado com o Hell sobre a HQ Beladona, que havia saído na época pela editora AVEC. Ficamos impressionados com a qualidade gráfica do livro, em conjunto com o ótimo roteiro de Ana Recalde e a arte angustiante de Denis Mello. Tínhamos em nossas mãos um gibi completo, onde história, desenhos e produção gráfica se alinhavam perfeitamente e o resultado foi ótimo!

Eis que descubro que a AVEC lançou nesse mês mais um livro que expande esse universo visto em Beladona – um RPG, pra ser mais preciso.

“Pesadelos Terríveis” vai ser um sistema de RPG ambientado nesse universo, passeando pelo Nosso Mundo ou no Mundo dos Pesadelos. O sistema vai ser um pouco diferente.

O sistema do RPG funciona com um “sistema de apostas” e com uma “Narrativa Compartilhada”, que eu nunca joguei, mas que me pareceu bem interessante. Jorge dos Santos Valpaços, o game designer que escreveu o livro, comentou um pouco de como o sistema funciona:

“A mecânica central se dá por meio de um sistema de apostas para a conclusão de Conflitos que se impõem à narrativa. Toda Cena significativamente tensa em um Conto possui um valor de Risco, sendo o mesmo oculto aos jogadores. O Narrador atribui, mediante uma série de procedimentos explicados no manual, um valor de Risco à Cena e a descreve.

A narrativa compartilhada funciona assim: Compara-se o valor dos dados em um Desafio. Caso haja um número maior de Traumas que Traços em uma Cena, esse Desafio se torna uma Disputa; logo há um Lance de Dados. O lado que tiver um melhor resultado (o Narrador ou os jogadores) determina a conclusão da Cena, incluindo a criação de pistas e detalhes da história. Nesse sentido, o lance de dados jamais é banal, uma vez que os jogadores estão disputando pelo direito narrativo do Conto.

Caras, eu joguei RPG durante toda a minha vida. Agora até estou voltando, jogando uma partida de 13th Age com a galera do Rolando 20.

Sempre fui um fã de RPGs nacionais. O RPG que mais joguei foi o Tagmar, passando pelos Defensores de Tóquio clássico, Desafio dos Bandeirantes e indo parar também em Tormenta.

O Brasil sempre teve uma tradição de produzir excelentes sistemas e cenários de RPG.

Espero que “Pesadelos Terríveis” siga essa linha – o sistema de regras me pareceu interessante, e o cenário é ótimo, já que é baseado na HQ de Ana Recalde e Denis Mello.

Assim que puder vou ver qual é!

O livro tem 144 páginas, custa 39,90 golpinhos e pode ser encontrado na loja online da AVEC Editora, na Amazon e na Saraiva.

Sobre Change

“Sabe outra coisa impossível? Um gorila montado no capitão América. Não sei pq achei essa imagem na internet, mas é sensacional”

Além disso, verifique

Podcast MdM #345: Os Primeiros passos da pior equipe de heróis do mundo!

No podcast de hoje Hell, Change, Leo Finocchi, Maximus, Nerd Reverso, Lojinha, Triplo, Felipe 5 …

[fbcomments url="" width="675" count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]