Home / Outros / Notícias que gostaríamos (o

Notícias que gostaríamos (o

As notícias aqui publicadas são inteiramente fictícias e escritas para fins de entretenimento, não devendo, portanto, serem levadas a sério. Estejam avisados!

Marvel anuncia Capitão América brasileiro!

Clique aqui pra ver a capa ampliada

Depois do Homem-Aranha indiano, um Capitão América brasileiro. É isso mesmo! Capitán America Del Sur é o nome do mais novo título da Marvel Comics , anunciado hoje, em seu site oficial. Seguindo os moldes do Homem-Aranha indiano, Capitán America Del Sur é um título alternativo da casa das idéias que visa adaptar o famoso herói Capitão América à cultura brasileira, numa estratégia de aproximar mais o povo do personagem. As aventuras desse Capitão América brasileiro seguirão o padrão das antigas aventuras do Capitão América e Bucky escritas por Joe Simon e desenhadas por Jack Kirby, sendo que serão ambientadas no Brasil, de acordo com nossa realidade.

De acordo com a sinopse oficial liberada pela Marvel, a primeira edição será um prelúdio, que mostrará o recruta Esteban Rogerio se voluntariando durante a ditadura militar para um projeto do governo brasileiro que visava criar uma força suprema de opressão. Assim como no gibi original do Capitão América, é injetado no recruta o Soro de Super Soldado, e com isso ele ganha poderes especiais, como inteligência aguçada, força, agilidade etc. No início, o Capitão América do Sul age como braço direito do governo ditatorial (respondendo diretamente ao presidente), oprimindo e intimidando liberais e suas facções rebeldes em todo o Brasil. No entanto, a boa índole de Esteban fez com que ele se arrependesse e se voltasse contra a ditadura. Logo fez amizade com Tancredo Neves e apoiou a restauração da democracia, onde, para enfraquecer de vez a ditadura, coagiu João Figueiredo a realizar uma entrevista de despedida para a TV Manchete. Após a restauração da democracia, Esteban volta a agir em nome do governo, desta vez a favor da justiça, combatendo o mal e restaurando a ordem.
Já na segunda edição, vinte anos se passaram. O Comando dos Caveiras Vermelhas, facção criminosa que se esconde sob assustadoras máscaras de caveiras vermelhas e que controla o tráfico de drogas carioca, inicia uma empreitada para dominar o Rio de Janeiro. O Capitão (que apesar da idade, continuou jovem), pede permissão ao presidente para se mudar de Brasília (então seu lar) para o Rio, onde passa a viver no Forte de Copacabana, e declara guerra a essa facção criminosa, que aí se torna sua arqui-inimiga. Logo na primeira luta contra o CCV, Esteban recebe a ajuda de Urubú, um inteligente garoto de rua que ganha a vida fazendo malabarismos nos sinais, assim denominado por ser flamenguista doente. O herói adota o garoto como mascote do Forte e o treina secretamente para se tornar seu parceiro-mirim contra o crime, Urubucky.
Por hora, a Marvel divulgou apenas a sinopse dessas duas edições.
Infelizmente, se por um lado os americanos pesquisaram bem nossa história para desenvolver o roteiro, pelo outro marcaram a grande bobeira de acharem que a língua oficial do Brasil é o espanhol, como é bem explicitado na capa do gibi. O governo brasileiro já acionou a editora numa tentativa de corrigir essa falha o mais rápido possível, alterando o nome de Capitán America del Sur para Capitão América do Sul. O gibi tem previsão de chegar às brancas brasileiras em maio.

Sobre Change

"Sabe outra coisa impossível? Um gorila montado no capitão América. Não sei pq achei essa imagem na internet, mas é sensacional"

Além disso, verifique

Por que o universo DC nos cinemas falhou

Eu sei que todo mundo só quer falar de eleições, mas aproveitando o sai-não-sai do …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.