Home / Marvel / Miracleman pela Panini vem aí. Isso é bom ou ruim?

Miracleman pela Panini vem aí. Isso é bom ou ruim?

Segundo o Samir Naliato do Universo HQ, a Panini enfim anunciou o lançamento de Miracleman, criação inglesa de Mike Anglo e que, entre outros, teve em sua linhagem autores como Alan Moore e Neil Gaiman.

Outrora conhecido como “Marvelman”, a criação de Anglo gerada para substituir, no Reino Unido, as extintas HQs do Capitão Marvel/Shazam, o personagem sofreu uma ação judicial por parte da Marvel Comics, mudou de nome para Miracleman, teve fases memoráveis nas mãos dos autores anteriormente referidos e hoje, ironia das ironias, pertence à Marvel Comics.

Miracleman01

Pois bem. Como parte da aquisição do personagem, a Marvel passou a republicar as fases clássicas dele, aquelas escritas por Moore (que, por razões judiciais, é creditado apenas como “O Escritor Original”) e Gaiman. É essa fase que a Panini se prepara para lançar nos próximos meses.

Mas… Por que a dúvida se é bom ou ruim? Simples: a Panini també liberou os preços que irá cobrar pela publicação. R$8,90 e R$13,90 pela edição com capa variante, metalizada. Beleza, né? Bem baratinho!

Ou não, pequeno bacon! Repare bem que, por esses preços, podemos ver que a publicação seguirá o que rolou com as edições dos heróis DC dentro da saga Vilania Eterna, certo? Isso quer dizer edições de 84 páginas.

nomoreencadernados

Nada de encadernados.

Nem os baratinhos-capa-cartonada a la O Inescrito ou Os Invisíveis; nem os baratos-mas-com-capa-dura, tipo a série Marvel Noir ou os Sandman Apresenta; tampouco os caros-e-suicidas (ufa) como foram o do Questão ou da LJA do Grant Morrison. Edições fininhas, tipo mensal – quiçá, com periodicidade mensal mesmo.

Por um lado isso é bom porque pode garfar o leitor eventual, que não acompanha as publicações. Por outro é ruim porque deixa evidente que encadernados virão depois (aí o leitor mais ansioso compra duas vezes e a máquina gira). No final das contas, você precisa se decidir se vai segurar a onda e esperar a chegada (potencial) de um encadernado ou deixar seu espírito de vira-latas correr solto e sair comprando tudo e comprar também quando sair o encadernado e depois ficar com tudo duplicado na prateleira.

Vai de cada um. Eu já sei de que grupo eu sou. E não é do primeiro…

Sobre Poderoso Porco

O mar não tem cabelos. Eu também não.

Além disso, verifique

Podcast MdM #559: Tentando lembrar das HQs BOAS dos anos 90! Eita porra!

No podcast de hoje os MdMs Hell, Caruso e Daniel HDR chamam a galera da …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.