Home / Quadrinhos / Marvel Max #15

Marvel Max #15


Não é à toa que ela é considerada a melhor revista da atualidade. Só a Marvel Max tem um mix completamente perfeito, com histórias de altíssima qualidade. Vamos aos detalhes:
Supreme Power #10

Poder Supremo tem uma narrativa digna de roteiro de filme. Os personagens são bem trabalhados e apresentados aos poucos, sem pressa. Nessa edição, o grande destaque é o aparecimento da bela Princesa Zarda. Ela desperta de seu sono de anos por sentir que Hipérion precisa de sua ajuda. Hipérion, por sua vez, o único sobrevivente da explosão armada pelo Governo visando justamente sua destruição, acorda desorientado e sem rumo. Será que vai surgir uma aliança entre ele e Zarda? É agoniante ter que esperar 1 mês inteirinho pra ler a continuação!!
Alias #15

O grande destaque de Alias está nos fantásticos diálogos escritos por Brian Michael Bendis. Aliados aos desenhos de Michael Gaydos, a série pode ser considerada perfeita. Acho que nunca li diálogos tão inteligentes e interessantes antes. Nessa edição, Jessica Jones começa a trabalhar como guarda-costas de Matt Murdock, depois que vazou para os jornais a notícia de que ele seria o Demolidor. E ela se vê envolvida emocionalmente com Luke Cage, com quem já teve um caso, e com Scott Lang, o Homem-Formiga. Uma palavra resume essa edição: sensacional!
Thor: Vikings #2

Garth Ennis continua mandando bem no que ele faz de melhor: histórias com muita violência, cabeças rolando e sangue jorrando pra todos os lados! Assim é Thor: Vikings! Nessa segunda parte, o Deus do Trovão encara Harald Jaekelsson (êta nomezinho complicado) e sua tripulação de vikings sanguinários que invadiram Nova York. Eu nunca vi o Thor apanhar tanto assim antes! Surpreendente! Inclusive, essa série tem sido uma grande surpresa! Imperdível!

Sobre Nerd Reverso

O que esse cara ainda tá fazendo aí? VAI EMBORA DO AMÉRICA!!!

Além disso, verifique

Podcast MdM #491: Os Melhores e Piores X-Men de todos os tempos!

No podcast de hoje Julia, Change, Buchemi, 5 Horas, Leo Finocchi, Fiorito e Lojinha se …

12 comentários

  1. Eu naum tenhu acompanhado todas as edições, mas com certeza é uma das melhores revistas… gosto das história de Alias e parece que a chegada da Princesa Zarda tbm. será algo bem legal.

  2. essa revista vale pela curiosidade de ver o strc%$^# escrever algo bom..poder supremo eh otima..
    o resto? bom..eh resto

  3. Soh compro Marvel Max de vez em quando pra ver como andam as historias, comprei a edição passada e gostei muito! vo até comprar essa ai! Quero ver c quem a Jessica vai fikar auheuaheuaeh!

  4. Caramba… deu até vontade de compra, mas… o Aranha é a esrela principal da minha grana. Num posso gasta =

  5. não-fã do Hal Jordan

    Continuo afirmando:
    poder Supremo é Ultimate DC de um modo que a DC JAMAIS conseguiria fazer.

  6. Max é ótimo mas, eu acho muito forçado Thor apanhar tanto assim!É ridículo, se ele apanha desse jeito prum zumbi imagina se o Gart Ennis fizesse o Thor se quebrar com o Thanos!Não ia sobrar nada do loirão.

  7. Max é ótimo mas, eu acho muito forçado Thor apanhar tanto assim!É ridículo, se ele apanha desse jeito prum zumbi imagina se o Gart Ennis fizesse o Thor se quebrar com o Thanos!Não ia sobrar nada do nórdico.

  8. mto maneiro ver o Thor c o pulso quebrado e todo ferrado. show!

  9. A marvel max é realmente junto com o demolidor e os bonelli( mágico vento, julia, dampyr e Dylan dog) a ponta de lança de vida inteligente na banca.
    Em relação a pasmaceira dos outros gibis, com seus arcos inovadores que sempre retornam ao clássico, é prova que se houver o mínimo de liberdade a um escritor ou quadrinista(desenhista e roteirista ao mesmo tempo) com algo mais a dizer do que “quem bate mais” pode elevar os quadrinhos a um patamar de diversão inteligente.

  10. E falando em Marvel max,acho que dá para ver quanto a cultura de quadrinhos ameericana e, em especial a marvel comics, está ligada ao gênero de super-heróis.
    A editora se propõe a fazer quadrinhos diferentes e ousados, mas não escapa do gênero. Consequências ainda da devastação do comic code nos anos 50 e a ascensão sem concorrência dos super nos 60. Pergunto: Alias precisava ser uma história de super-herói?

  11. os diálogos em Demolidor tb são demais… ou seja, Bendis é demais!
    Eu gosto muito tb dos diálogos em Estranhos no Paraíso, que, infelizmente, não está sendo publicado em português…

  12. Achei excelente o diálogo do Cage com a garota. Acabou com as frescuras dela.
    Alias, (hehehe), que super heroina ela era?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: