Home / Cinema / A Maldição do Jóker?

A Maldição do Jóker?

Pois é, nerds malditos… Muito tem se falado sobre a preparação de Jared Leto pro papel de coringa, os seus colegas de set em esquadrão suicida relataram as traquinagens do ator na pele do Jóker, e que ele meio que NÃO SAÍA do papel em momento algum, até mesmo quando NÃO ESTAVA NO SET (ele mandava presentes pro elenco, coisas singelas como um rato vivo e camisinhas usadas).

squadleto

Em entrevista ao Entertainment Weekly o ator disse o seguinte:

Fazer o Coringa é como se você estivesse caminhando em solo sagrado e isso merece tudo de melhor que você pode oferecer… É algo que assume o controle de toda a sua vida e era o que eu precisava fazer por mim mesmo.

jokers

Depois da declaração as internets reacenderam aquela veeeelha discussão sobre o limite do ator ao entrar no personagem, e obóviamente compararam com a badtrip de Heath Ledger, que se morreu-se-se antes mesmo do filme do Bátema ser lançado… Apesar de muitos colegas de set garantirem que o ator estava bem quando fez o papel do coringa e que pirou realmente quando estava filmando o Dr. Parnasus. Mas Ledger também desenvolveu um método parecido pra compor o Coringa, ele ficava no personagem o tempo todo nos sets de filmagem, e escrevia diários cheios de escabrosidades como se fosse o Coringa de verdade.

O que eu acho? Bão, na época que o Ledger morreu entrevistaram Jack Nicholson, e ele disse que havia “avisado” Ledger sobre o Coringa, meio que dando a entender que o personagem era muito forte e que nem todo mundo conseguia lidar com a loucura que ele trazia pra dentro do ator… Acho que personagens como o Coringa realmente devem exercer um grande fascínio aos atores que o interpretam, pois o cabra é tão doidaço que pede mais e mais das capacidades do ator, some a isso o fato dele já ter sido interpretado diversas vezes em live-action, e todas bastante elogiadas, o que meio que “obriga” o novo intérprete a PIRAR mais ainda pra tentar fazer algo novo e surpreendente

Caras, isso parece até roteiro de filme de terror, onde os atores que interpretam o “papel maldito” acabam possuídos pelo personagem e praticam as suas maldades…

Mas vale lembrar que esse tipo de papo não é novo, lááá em 1922, quando fizeram o filme Nosferatu a imprensa da época aventou sobre a possibilidade do ator Max Schreck ser um VAMPIRO DE VERDADE dado o método empregado pelo ator para entrar no personagem (Max ficava com as roupas e maquiagem do vampiro quase que o tempo todo, e evitava a luz do sol também)… Isso até virou plot de filme em A Sombra do Vampiro com o Willem Dafoe.

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

Por que o universo DC nos cinemas falhou

Eu sei que todo mundo só quer falar de eleições, mas aproveitando o sai-não-sai do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários