Home / Cinema / Galera sentando a pedrada em Alien Covenant

Galera sentando a pedrada em Alien Covenant

Pois é, nerdaiada maldita… Ridley Scott prometia um filme com cara de Alien dessa vez, e todo mundo torcia pra que ele se recuperasse da patifaria que foi Prometheus, com seu roteiro merda e cheio de filosofia barata, e parece que, dependendo das primeiras opiniões, ele tal qual Moisés NÃO CONSEGUE

Depois das cabines de imprensa gringas tivemos uma enxurrada de críticas de sites especializados detonando o filme, como o Heroic Hollywood, que disse que Covenant representa a MORTE da Franquia Alien, e que eles esperavam um filme do Alien e não mais um filme do Michael Fassbender robô.

A crítica geral diz que o filme traz os mesmos erros e inconsistências de roteiro de Prometheus, com os personagens tomando decisões absurdas e que o filme é uma colcha de retalhos que pega bons e maus momentos de praticamente todos os filmes anteriores de Aliens e os costura num filme novo sem muita originalidade.

O que eu acho? Nada, não vi o filme ainda… HAEUAHEUAHEUAE Mas cá pra nós, o Ridley Scott tava numa draga tremenda, né? Só Perdido em Marte tinha sido sucesso, mas também porque ele só dirigiu o filme, o roteiro era baseado num livro e nem tinha muita margem pra colocar ali algo muito pessoal.

Já com Alien é diferente, isso aí era pra ser o terreno dele, porra. O que ele fez com Prometheus foi imperdoável, ele tentou dar um ar filosófico/contemplativo pro filme, estabelecer mistérios e questionamentos que só foram jogados na trama sem nenhum desenvolvimento ou resolução, sem falar naquelas ações idiotas que os personagens tomavam no meio da trama…

Covenant parecia que ia corrigir a derrapada de Prometheus, os trailers e os relatos de quem tinha visto os 25 minutos de filme divulgados pra platéia selecionada diziam que o filme era legal e que o velho “Alien” estava de volta, mas pelo jeito FAIÔ.

Sobre Hell

O Hell, este que vos fala.

Além disso, verifique

A gente vimos: It – A coisa (2017) SEM SPOILERS

Adaptações de obras do Stephen King existem a rodo. A maioria, é claro, é ruim …