Home / Cinema / Faz melhor então? FOI LÁ E FEZ?

Faz melhor então? FOI LÁ E FEZ?

Huck01-Cvr-724b8-3c4ab

Caras, o Mark Millar é um fanfarrão. Olha só essa.

Sai hoje nos EUA o gibi HUCK, dele e do Rafael Albuquerque. Millar falou um pouco da premissa e do que pretende com Huck:

Uma cidadezinha tem um segredo. Um frentista de posto tem poderes especiais e se dedica a fazer uma boa ação todos os dias. Essa boa ação pode ser uma coisa boa, como achar um colar perdido, ou enorme, como resgatar um refém no Afeganistão. Mas o mundo não sabe que ele existe e os habitantes locais dessa cidadezinha pretendem que isso continue assim.

Espero que Huck lembre os leitores que, quando eles eram pequenos, eles não vestiam suas fantasias de heróis porque os personagens eram fodalhões, bad-asses, violentos e cruéis. Huck é um antídoto para essa mania de anti-herói e vai ser um interessante experimento.

Logo depois, Millar falou da sua inspiração pra criar Huck, um herói voltado aos valores altruístas de antigamente. Segundo o roteirista, esse gibi saiu pq ele achou Man of Steel, o filme preferido do Ultra, uma BOSTA. Veja aí o que ele falou:

Esse gibi deveria se chamar “Como Man of Steel me traumatizou tanto ao ponto de eu criar o Huck”. No verão de 2013, eu sentei na poltrona do cinema em pleno dia dos pais e vi o Superman quebrar o pescoço de um vilão. Eu entendi a lógica da cena e o contexto dentro do filme. Mas mesmo assim. Esse é o Super-Homem, pô! Isso era como ver o Frajola finalmente pegar o Piu-piu. Era como ver o Hortelino explodindo a cara do Pernalonga. Eu gostava do Super-Homem quando criança não pela capacidade destrutiva do personagem ou por ele poder matar quem ele quiser. Eu gostava dele porque, mesmo com todos esses poderes e essa capacidade absurda de destruição, ele ainda sim escolhia ser uma pessoa boa. Pra mim, essa é sempre a moral de um herói de quadrinhos pra mim.

Huck01-preview-page1-7ab26-a5eb0

Caras, o Mark Millar simplesmente disse o que nós repetimos aqui por um zilhão de vezes em nossos podcasts: Man of Steel não é um filme do Super-Homem.

Apesar do Millar ser campeão em criar personagens que sejam o completo oposto do que ele esteja falando (Supremos, Procurado, Kick-Ass, Kingsmen, etc.), de Super-Homem o cara entende.

Pra quem não acompanhou, um dos primeiros trabalhos da carreira de Millar foi no gibi do Super-Homem Animated. A Panini lançou essa fase por aqui e é maravilhosa. Uma homenagem à essência do personagem e uma tradução perfeita do que ele disse acima!

superman adventures 31-012

E ele também escreveu o sensacional Superior, que foi uma grande homenagem ao Super-Homem do Christopher Reeves e ao Shazam ao mesmo tempo.

superior-millar-review-02

Lembrando que Mark Millar não foi o único a ficar “traumatizado” com Man of Steel. Mark Waid saiu do cinema na cena do pescoço quebrado (após gritar alto “NÃO! NÃO FAÇA ISSO!”) e George Pérez também ficou putaço.

Huck01-preview-page2-07490-12ef5

Huck01-preview-page3-91cc8-0376d

Com certeza vou conferir isso aí!

Sobre Change

"Sabe outra coisa impossível? Um gorila montado no capitão América. Não sei pq achei essa imagem na internet, mas é sensacional"

Além disso, verifique

Podcast MdM #412: Os personagens merdas que nós gostamos!

Hell, Lojinha, Maximus, Leo Finocchi, Triplo e Change recebem os MdMs honorários Daniel HDR e …