Home / HQ Nacional / Dies Irae já está à venda – e é mais barato que…bem, você sabe

Dies Irae já está à venda – e é mais barato que…bem, você sabe

 

Capa Dies Irae 1

Todos nós temos algo no qual nos agarramos, um referencial que norteia nossas decisões de vida. Para uns, é a religião; para outros, a tecnologia; para outros, a tradição, e assim por diante. Mas o que acontece quando este referencial não vale mais? Quando tudo em que você acreditava perde o sentido?

Esta é a pergunta que guia a trama de DIES IRAE, primeira história produzida pelo coletivo Tesla HQ (do qual este humilde – na verdade, não sou nem um pouco humilde, mas enfim – redator faz parte).

HqDiesIrae_logo

A história se passa em um futuro indeterminado, onde a tecnologia gira em torno da holografia, que aumenta a realidade e torna difícil distinguir os limites entre o real e o virtual. Mas quando uma misteriosa queda contraria tudo o que se acreditava ser a realidade, todo o planeta se verá às voltas com circunstâncias nunca antes imaginadas.

O primeiro capítulo começa no norte do Canadá, onde a queda de um objeto não identificado coloca em alerta alguns governos. Ao mesmo tempo, conhecemos Daksha, uma cientista que está tentando lidar com o maior choque da única vida em que ela acredita.

pg07

 

Dies Irae é uma HQ exclusivamente digital e será lançada em 8 edições. O primeiro capítulo já está à venda no site Mais Gibis ao módico preço de 2,90, mais barato que… Uma passagem de ônibus em algumas cidades – ou seja, basta ir para casa a pé um dia para comprar nossa HQ.

Quem quiser conferir um preview da HQ, vai lá no site oficial do Tesla. Quem quiser ficar informado sobre as novidades do coletivo, pode curtir a página do Facebook.

E quem quiser comprar (e eu espero que alguém queira, pois temos que comprar o leite das nossas crianças), pode passar lá no Mais Gibis e adquirir a HQ.

Dies Irae – Capítulo 1
Argumento: Frank Tartari Fialho e Rafael Rodrigues
Roteiro: Frank Tartari Fialho
Arte: Adan Marini
Cores: Luciana Lain
Letras: Rafael Rodrigues
23 páginas
1448 x 2048 pixels
Independente

Sobre Algures

Oi, meu nome é Algures e eu tenho 38 anos (teria se estivesse vivo). Compartilhe esse post com 20 pessoas e minha alma estará sendo salva por você e pelos outros 20 que receberão. Caso não repasse essa postagem, vou visitar-lhe hoje à noite. Dia 15 de Julho, Bugman resolveu rir desse post, uma noite depois ele sumiu sem deixar vestígios. O mesmo aconteceu com Triplo dia 18 de Outubro. Não quebre essa corrente, por favor, a não ser que queira sentir a minha presença (atrás de você).

Além disso, verifique

A gente lemos: Roseira, medalha, engenho e outras histórias, de Jefferson Costa

Ele conseguiu outra vez. “Como assim ‘Outra vez’, Porco? Esse é o primeiro trabalho do …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.