Home / A Gente Lemos / Das Antigas: As Tartarugas Ninjas – a HQ

Das Antigas: As Tartarugas Ninjas – a HQ


Todos sabem que As Tartarugas Ninjas foi um tremendo sucesso no início dos anos 90, mas você sabia que saiu no Brasil somente uma HQ das quatro tortuguitas pela extinta Nova Sampa (até agora, pois a Devir publicará as primeiras histórias)?
“Sim, Mallandrox, eu sabia!”
Estraga-prazer! Mas tudo bem, nesse post você saberá mais sobre essa HQ que veio para o Brasil custando apenas 260 cruzeiros (eu paguei 6 reais na Gibimania, mas isso não vem ao caso) e a origem dos personagens nos quadrinhos.

Tudo começou em 84, numa convenção de quadrinhos, onde Kevin Eastman e Peter Laird lançaram As Tartarugas Ninjas com uma tiragem ridícula de 3.000 cópias que logo se esgotou.
Eastman e Laird criaram os personagens numa conversa de bar, enquanto conversavam sobre o que um novo personagem deveria ter. Baseados nos gibis que faziam sucesso na época, resolveram então misturar os elementos ninjas e orientais de Demolidor, Elektra, e Ronin com os mutantes de Os Novos Mutantes. Daí surgiram as tartarugas mutantes ninjas.

E apesar do sucesso imediato quando foi lançada, nenhuma editora gostou da idéia, e todas recusaram, tanto que um tio do Eastman emprestou dinheiro para eles para poderem lançar de forma independente a HQ.
As Tartarugas Ninjas naceram no acidente de material químico que cegou Matt Murdock, porque elas eram de um garoto que estava ao lado e foram atingidas também, caindo no esgoto. E o Mestre Splinter era o rato do rival do Destruidor (e no gibi da Nova Sampa foi batizado de Retalhador) que aprendeu seus golpes (enquanto ainda era um simples rato!!!). Após ver seu dono morto pelo vilão, fugiu para os esgotos, e lá viu as quatro tartaruguinhas e resolveu cuidar delas (e aí sim levou um pouco de material químico).
Inspirados com as graphic novels de Frank Miller, as primeiras histórias do grupo eram pra lá de violentas, regadas de ação, e cá entre nós… bem tosquinhas! E a edição da Nova Sampa traz as três primeiras histórias.

Na primeira, eles enfrentam uma gangue, descobrem a sua origem, enfrentam o “Retalhador” e o “Tetráculo” (foi assim que a finada editora nomeou o Clã do Pé), e o mais foda acontece: no meio da carnificina toda, Leonardo enfia sua katana no bucho do malvadão, e quando este tenta explodir o quarteirão inteiro junto consigo, Donatello taca seu bastão quebrando seu maxilar e o fazendo cair do alto do prédio (tá vendo porque o Donatello é maneiro, Change???).
Na segunda história, vemos as tartarugas zanzando sem as suas malditas faixas vermelhas no rosto (no início todos usavam só faixas vermelhas), algo que nunca mais se repetiu nem nos desenhos e nos filmes, salvam a April O’Neil (que nos quadrinhos é assistente do Dr. Baxter) daqueles robozinhos pentelhos, os Caça-Ratos (odiava eles no vídeo-game! Era maior aporrinhação matar aquela cambada!), e acabam com os planos maléficos de Baxter (eles acham que o chefe dela é mau? Eles têm que conhecer o meu para verem o que é crueldade).

E na terceira parte, Mestre Splinter é raptado (depois isso foi repetido inúmeras vezes), e as tartarugas passam a morar no apartamento de April (outra coisa que depois se tornou batida), e ainda possui duas pequenas histórias curtas, cada uma escrita e desenhada por um de seus criadores. A de Peter Laird é mais puxada para o humor e mostra um pesadelo de Michaelangelo enfrentando sua própria poltrona após ler quadrinhos demais. E a de Kevin Eastman é mais séria, mostrando as tartarugas sendo confundidas por um grupo de traficantes que mataram um policial, e no final eles se perguntando se foi certo deixar os bandidos vivos.
Logicamente que depois de brilharem no mundo nerd underground, As Tartarugas Ninjas, tiveram vários outros projetos na nona arte, mas isso eu conto quando fizermos um outro especial do répteis ninjas.
Ah, sim! No site oficial dos personagens, tem disponibilizado as cinco primeiras HQs do grupo! Clique aqui e divirta-se!

Sobre Bugman

Grant Morrison nos salvará.

Além disso, verifique

[A gente lemos] A arte de Charlie Chan Hock Chye

Quando os caras do Pipoca & Nanquim, pessoas hiper legais e apaixonadas pelas histórias em …

7 comentários

  1. Bem antes de me interessar por quadrinhos eu curtia Tartarugas Ninja, juntamente com os THUNDERCATS foram meus heróis de infância.
    Comprei esta HQ na época (analizando por este ângulo acho que foi minha primeira revista em quadrinhos, está na minha coleção até hoje) que foi lançada e lembro de ter ficado por meses voltando as bancas pra procurar a continuação da história que nunca foi publicada.
    Agora a DEVIR publicou um encadernado com estas primeiras histórias porém além do preço ser muito salgado as histórias são preto-e-branco…
    A NECA lançou uma coleção de action figures baseado no traço original dos seus criadores. Podem ver as fotos aqui: http://www.flogao.com.br/mundodosbonecos e com alta resolução aqui: http://www.flickr.com/photos/babydiana

  2. e vendo toda aprimeira coleçao~por 15 reais

  3. meadicinem no oorkut para mais detalhes

  4. Já ouvi falar nas tmnt antigão, mas queria saber onde eu podia ler ou baixar esse que é bem violento msmo, tenho curiosidade de dar uma olhada. Se vc pudesse me enviar o link aí eu agradeceria mto.

    Muito bom o texto, vlw hein!

  5. Já ouvi falar nas tmnt antigão, mas queria saber onde eu podia ler ou baixar esse que é bem violento msmo, tenho curiosidade de dar uma olhada. Se vc pudesse me enviar o link aí eu agradeceria mto.

    Muito bom o texto, vlw hein!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários