Home / A Gente Lemos (page 4)

A Gente Lemos

A gente lemos: Aos cuidados de Rafaela

Lembrando que nem só o Chance é que erra, descubro que a melhor HQ que eu li ano passado não ganhou resenha. Como pude? Como disse, Aos Cuidados de Rafaela foi lançado em junho de 2014 com recursos do Proac de São Paulo. Com roteiros de Marcelo Saravá e arte de …

Leia mais

A Gente Lemos e Promocha: Nada Com Coisa Alguma – ATUALIZADO COM O RESULTADO

Quase toda HQ do José Aguiar ganha uma resenha no MdM, e com a coletânea Nada Com Coisa Alguma não poderia ser diferente, por isso escolhi ela pra minha tentativa de voltar a resenhar coisas aqui, 2 anos depois do meu último A Gente Lemos. Você vai dizer que isso …

Leia mais

A gente lemos: Cavaleiro da Lua – Recomeço

Em 1975, a “Casa das Ideias” resolveu fazer o seu Batman. Um vigilante da noite, cria da Lua, vestindo um inteligentíssimo uniforme… Branco ¬¬ (Mark Millar depois ia retomar essa pegada no péssimo dos péssimos Nemesis). Enfim, fato é que a cria de Doug Moench e Don Perlin é um …

Leia mais

A Gente Lemos: Dioniso

Pois bem, Nerdaiada maldita… Eis que chega até as minhas demoníacas mão a Graphic Novel de Jerri Dias e Pedro Zimmerman, Dioniso… Primeiramente deixe-me chover no molhado e elogiar toda a acuidade e acabamento gráfico dado a obra… Papel Couché, capa dura, encadernação de lombada quadrada, e 114 páginas de …

Leia mais

Não li, nem lerei[?] Apanhadão

Histórias em quadrinhos, romances, bulas de remédio… Um monte de coisa divertida (ou não) cheia de letrinhas e que eu não tive saco de ler até o fim!   Rapaz, é um fato. Eu leio muita coisa. É meu segundo hobby favorito, depois daquele de seda com porquinhos alados. Mas …

Leia mais

A gente lemos: Um cântico para Leibowitz

Acho que foi com aquele desenho animado bais ou benos do Highlander que passava nos anos 90 que eu tive o primeiro contato com a noção de distopia pós-apocalíptica. Claro, eu já tinha tido contato com filmes, HQs e outras milongas do gênero, mas acho que foi mesmo no desenho animado que …

Leia mais

A Gente Lemos: Homem-Aranha – Azul

“AFF, UM AGENTE LEMOS DO NOVATO”, diz o leitor descompromissado. “NEM VOU LER”, ele continua dizendo. MAS UM HOMEM TEM QUE TENTAR. Tentarei apenas passar alguns pensamentos que tive lendo essa HQ. Evitarei me aprofundar nisso agora porque esse teclado no qual escrevo denota uma falta de acentos, limitando as …

Leia mais

A gente lemos: Máscaras

Heróis dos pulps como Zorro, o Aranha, do rádio como o Sombra, Besouro Verde & Kato, dos primeiros anos dos quadrinhos, como a Miss Fury, Terror Negro ou Lama Verde… qual a chance da união de todos esses personagens, numa saga em quadrinhos contemporânea, idealizada e com seu primeiro número …

Leia mais

A Gente Lemos: A nova Ms. Marvel (#1 – #9)

De uns tempos para cá, a Marvel parece que tem acertado o caminho em suas histórias de personagens menores, isolados do resto do universo. Isso tem ocorrido com o Demolidor do Mark Waid, o Gavião Arqueiro do Matt Fraction, o Cavaleiro da Lua e o Justiceiro (esse últimos ainda não li, mas …

Leia mais

A gente lemos: A Insólita Família Titã

Houve um tempo em que, exceto pelo onipresente Mauricio de Sousa, o mercado brasileiro de HQs vivia de putaria. Não, não no sentido figurado, de putaria mesmo, gibizinhos de sacanagem pipocando aqui e ali. O ano era 1991 e se você quisesse fazer algo diferente (e receber algum por isso) …

Leia mais

A gente lemos: Lavagem, do AUTOR Shiko!

Numa área alagadiça e isolada as únicas formas de contato com o mundo externo são as barcas e a tevê, transmitindo o culto hardcore – pelo menos para quem deseja esse contato. Doutro lado, um homem bronco se divide entre seus porcos e a companheira, isolada pelo mangue e pela ignorância. …

Leia mais

A gente lemos: títulos da Morcega em seus 76 anos!

Em maio do ano passado (2014, se você já não lembra) o Batman, a morcega mais amada do mundo, completou dez anos andando de busão sem pagar. Falando sério, é um personagem que você pode até não gostar, mas tem uma popularidade, um reconhecimento e uma importância ímpar na história …

Leia mais

A gente lemos: Independentes da CCXP (ok, nem todos)

Sim, eu sei, tô sumido. Piadas como “Você sumiu meu cobrão” e “Cara, você tomou uma sumida grande” estão frequentes. A verdade é que com o aumento da minha rotina de trabalho, e consequentemente o aumento das horas de ônibus entre uma cidade e outra, eu ando colocando as leituras …

Leia mais