Home / A Gente Lemos (page 3)

A Gente Lemos

Vida e obra de pessoas vivas: Marcelo D’Salete

  Nota do Tradutor (mentira, é do autor mesmo, mas eu sempre quis escrever isso) Esse post começou a ser escrito em 2014. Um ano antes eu havia conhecido os dois primeiros álbuns do Marcelo D’Salete (Noite Luz e Encruzilhada) depois de mediá-lo numa mesa do FIQ de 2013. Abri …

Leia mais

A gente lemos: Ms Marvel

Super-heróis sempre foram, em grande medida, histórias sobre expectativas. Mais especificamente, sobre a inversão de expectativas. Sobre descobrir que um tímido repórter é um ser superpoderoso, que um rico milionário passa suas noites combatendo o crime, que uma simples enfermeira do Exército era uma Amazona poderosa. Ou que um nerd …

Leia mais

A gente lemos: A vida oculta de Fernando Pessoa

Produção luso-brasileira, A Vida Oculta de Fernando Pessoa estreou no Catarse no segundo semestre do ano passado e logo se tornou um projeto muito bem sucedido, atingindo 349% da meta inicial (arrecadou R$24.475,00 dos R$7.000,00 pedidos). E não é pra menos: o projeto se propunha a contar a “vida secreta” …

Leia mais

A gente lemos: La Dansarina

A trama de La Dansarina tem como cenário algumas das dificuldades que permearam a capital paulistana no início do século XX, por conta da epidemia da gripe espanhola, a “Dansarina” do título. Amor e devoção perpassam a história do pequeno Petro, um dos poucos sobreviventes da enfermidade, em sua jornada para …

Leia mais

Comic Book rául suíno – Dezembro/2015!

Aiow, Silver! Na busca desesperada por produzir mais posts mais rápido (o que não dá pra fazer com reviews propriamente ditos) inventei mil e duzentas estripulias – rolou o anti-review (a Gente Não Lemos), os mini-reviews (esses continuam rolando) e agora… TA-DAM! Um book haul suíno! (sim, eu poderia usar o …

Leia mais

A gente lemos: Uma caralhada de coisas do FIQ (parte 1)

“Boeeeeeemia! Aqui me tens de regresso!” Pensaram que eu tinha morrido, acenderam velas agradecendo e… se foderam-se! Tô de volta ao QG do MdM, pra ocupar a minha baia de trabalho antes que eu seja substituído por um desses modelos N.A.S.I.C. de forma de vida artificial que andam rondando por …

Leia mais

A Gente Lemos – Star Wars: Marcas da Guerra

Sempre quando se fala em Star Wars, a segunda coisa em que pensamos, talvez, seja na expressão (hoje popular) “universo expandido”. Muito antes da Marvel começar a sequer engatinhar em erigir seu edifício transmídia monumental, a megassaga de George Lucas já tinha dezenas de livros, quadrinhos, especiais de natal (urgh) …

Leia mais

A gente lemos: A Ordem de Licaão

Vou apresentar aqui um dos diálogos que acontecem com frequência nos bastidores do e-mail do MdM: – Ow! E aí MdM, meus chégas! Tudo bem? – Tudo – Seguinte, vocês podem fazer um review do gibi que acabei de lançar? – Podemos, mas deixo logo avisado. Aqui no MdM é …

Leia mais

A Gente Lemos: Dark Knight III – The Master Race #1

Finalmente saiu. Comprei minha passagem de avião, fui até os EUA, compreu o gibi, voltei ao Brasil e li. Mas e aí? O que esperar de Cavaleiro das Trevas 3 – A Raça Suprema? Pulamos três anos no futuro. O Bátima sumiu depois dos acontecimentos de O Cavaleiro das Trevas …

Leia mais

Bonde sem freio do “A Gente Lemos” (ou não) – Especial #CompreiNoFIQ

Olá, capivaras. Como certamente vou demorar até a próxima edição do FIQ pra conseguir ler tudo o que comprei/ganhei no FIQ 2015, este post não é exatamente um “A gente lemos”; ele vai servir só pra listar comentários rápidos sobre as aquisições, sem nenhuma ordem específica (e só tem nota …

Leia mais

A GENTE LEMOS: Ultra lê Ultraman #1

Preâmbulo: Na década de 90, a editora Abril publicava uma HQ feita aqui no Brasil com aventuras dos heróis japoneses da época. A revista chamava-se Heróis da TV (o mesmo nome usado pela editora para publicar HQs com super-heróis Marvel décadas antes) e apresentava as peripécias dos corajosos Maskman (com …

Leia mais

A gente lemos: Carnívora

Normalmente, eu não apoio qualquer projeto de quadrinhos no Catarse. Quando se trata de quadrinhos, algo bastante caro (emocionalmente) para mim, eu tento ser o mais objetivo possível no julgamento do que apoiar . Principalmente, tem que ser uma ideia que me chame atenção, que me interesse, que me faça …

Leia mais

A gente lemos: Le Chevalier e a Exposição Universal

Contar histórias em qualquer mídia de entretenimento que se foque no ato de leitura é, no Brasil, uma tarefa ingrata. Não bastasse sermos uma população que quase não lê, ainda seguimos carregando aquele mito cultural de que aquilo que é nacional não tem qualidade. Some isso ao fato de que …

Leia mais