Home / Cinema / 6,66 filmes adaptados das HQs de Terror

6,66 filmes adaptados das HQs de Terror

halloween_dest

Halloween chegando, então taí a desculpa perfeita para fazer um post relativamente temático. Dessa vez, o top é de filmes que foram baseados em HQs de terror (ou que podem ser encaixadas no gênero). Nem todos são necessariamente umas pérolas de qualidade, e nem todas as adaptações são necessariamente classificadas como “terror” (se você é chato com definições, ou seja, um babaca, assim como eu). Só entraram na lista longas-metragens, seus putos, então exclui séries de TV baseadas em HQs de Terror (Contos da Cripta, Constantine, Monstro do Pântano, etc), antologias televisivas (como Masters of Horror, que tem episódios adaptados de HQs) ou curtas-metragens (como o brasileiro Trancado por Dentro, baseado na HQ Shut-in). Mas fique à vontade para citar nos comentários. Enfim, confiram aí:

 

6 – The Vault of Horror (1973)
vault_of_horror
Produzidos pela Amicus Productions, essa produção britânica é uma adaptação da HQ “The Vault of Horror”, da E.C.Comics. E, assim como a HQ fonte, é uma antologia de várias histórias com um anfitrião de terror para contá-las.

 

5 – O Corvo (The Crow, 1994)
thecrow
A criação de James O’Barr foi adaptada para live action, se não me engano pela primeira vez, em 1994 (depois teve uma sequência e mais adiante uma série de TV), dirigida por Alex Proyas (Eu, Robô; Cidade das Sombras). Pouca gente dá valor para esse filme, mas é uma produção até bem arriscada para uma época em que só Batman e Superman eram sinônimos de bilheteria certa. Apesar de ser um filme bem legal, ele é mais lembrado pela morte do ator principal (Brandon Lee) durante as filmagens.

 

4 – 30 Dias de Noite
30_days_of_night-1
Eu citei essa HQ no meu post de um ou dois anos atrás sobre HQs de terror para ler no Halloween, então aqui vai a adaptação, que também é legalzinha: Na história, um grupo de vampiros decide atacar uma cidade do Alasca justamente quando eles passam por um período onde será noite na cidade por 30 dias seguidos. O filme entra menos na mitologia deste universo e elimina alguns elementos chave da HQ original, mas ainda assim é uma boa adaptação. Teve uma sequência em filme e também uma série prequel pela rede digital Fearnet.

 

3. Hellboy
hellboy
A criação máxima de Mike Mignola conseguiu ser adaptado para o cinema 2 vezes, pelas mãos de Guillermo Del Toro. Embora os filmes sejam bem mais aventurescos e menos sinistros do que algumas das histórias originais, é geralmente considerada uma adaptação eficiente do universo da HQ. Ainda assim, fico curioso para saber como seria uma versão do filme do Hellboy dirigida pelo Del Toro mais parecida com filmes de terror dele, como O Labirinto do Fauno.

 

2 – Ataque dos Titãs (Shingeki no Kyojin, 2015)
attack-on-titan
Esse manga eu nunca li, e tenho certeza que alguns vão argumentar que não é de terror, mas… Foda-se. O que interessa é que o filme é muito maneiro! Na história, uma cidade isolada por um muro gigantesco se vê às voltas com o ataque de pessoas gigantes. Parece um plot bobo, mas o resultado é interessantíssimo. O filme tem uma segunda parte, Atack on Titan: End of The World, que eu não vi ainda, mas minha filha número 2 viu e disse que é só mais ou menos, mais ou menos.

 

1 – Tales From the Crypt (1972)
tales_from_the_crypt
Também produzido pela Amicus, só que um ano antes, este é baseado na revista mais conhecida da EC, Contos da Cripta. No mesmo esquema de The Vault of Horror, o filme é uma antologia de histórias contadas pelo Guardião da Cripta, aqui mais fiel ao original das HQs, bem antes de sua versão na série americana (onde ele foi transformado visualmente numa espécie de morto-vivo).

 

0,66 – Mulher Nota Mil (Weird Science, 1985)
weird-science
Whaaat??? O clássico da Sessão da Tarde dirigido por John Hughes, Mulher Nota Mil, apesar de não ser um filme de terror, é levemente baseada numa história curta chamada “Made from the Future”, escrita por Al Feldstein (editor da MAD) e publicada na HQ de antologia da EC chamada “Weird Science” (que dá nome ao filme – o título original, no caso). Na verdade, muita ênfase no “levemente”, já que a única coisa que as histórias têm em comum é a ideia de uma mulher artificial sendo construída.

Sobre Algures

Oi, meu nome é Algures e eu tenho 35 anos (ou teria, se estivesse vivo). Compartilhe esse post com 20 pessoas e minha alma estará sendo salva por você e pelos outros 20 que receberão. Caso não repasse essa postagem, vou visitar-lhe hoje à noite. Dia 15 de Julho, José resolveu rir desse post, uma noite depois ele sumiu sem deixar vestígios. O mesmo aconteceu com Maria dia 18 de Outubro. Não quebre essa corrente, por favor, a não ser que queira sentir a minha presença (atrás de você).

Além disso, verifique

Teaser de Pacific Rim Uprising

Projetos do Del Toro saindo aos lotes? Acabou a urucubaca dele? Vejam ai. Rolou uma …